Capital

Lisboa a menos de um cêntimo

Comecemos com uma mão cheia de verdades: é verdade que já acabou o primeiro semestre; é verdade que quem não conhecia Lisboa já andou a passear para se ambientar; é verdade que o Carnaval está a chegar; é verdade que há sempre algo mais para ver e, por fim, é verdade que todos gostamos de coisas grátis.

Se queres descobrir um pouco mais da Capital e não queres gastar um cêntimo a fazê-lo, aqui ficam 5 sugestões do que fazer em Lisboa, gratuitamente.

 

1.Museu de Arte Popular

Se és um entusiasta de museus, mas tens um buraco na carteira, aproveita que o Museu de Arte Popular tem uma exposição a não perder!

Até 27 de maio de 2018, o Museu acolhe a primeira grande exposição dedicada ao falecido artista Maurits Cornelis Escher, em Portugal. De certeza que já viste uma das suas obras, mas se o nome não acende nenhuma lâmpada, fica aqui uma galeria de algumas das suas obras.

Se ainda não sabias, aos domingos e feriados até às 14.00h, a entrada na maior parte dos museus é grátis para residentes em Portugal. O bilhete para este museu é 2,5€ e para esta exposição temporária, 11€. Se fores estudante universitário custa 8€ às segundas feiras. Mas como a maior parte das pessoas não gosta nem de segundas feiras, nem de pagar, aproveita o dia gratuito!

Consultando o site do museu ou da exposição, verás tudo ao pormenor, incluindo o horário para os dias especiais, mas fica sabendo que normalmente está aberto ao público todos os dias, das 10h00 às 20h00. Atenção que a bilheteira encerra às 19h00 –não queiras ficar à porta, sem ver as 200 obras disponíveis deste artista holandês que adorava mexer com os limites da mente humana, criando paradoxos incríveis.

 

Morada: Avenida de Brasília. 1400-038 Lisboa

Site: http://museuartepopular.wordpress.com/

http://escherlisboa.com

 

[cycloneslider id=”museu-de-arte-popular”]

 

2.MAAT: Museu de arte, Arquitetura e Tecnologia

Este super museu abriu há pouco mais de um ano e anda na boca de todos, nem que seja pelo cenário espetacular que providencia ao pôr do sol. O seu design exterior é arrojado e inovador, por isso convida logo a entrar.

Lá dentro descobrirás que a arte, a arquitetura e a tecnologia andam de mão dada.

Aqui podes entrar sem pagar nadinha se tiveres até 18 anos ou no 1º domingo de cada mês! É de aproveitar porque o bilhete de entrada sem restrições custa 10€.

 

Morada: Fundação EDP, Av. Brasília, Central Tejo, Belém 1300-598 Lisboa

Site: https://www.maat.pt/pt

 

[cycloneslider id=”maat-museu-de-arte-arquitetura-e-tecnologia”]

 

3.Torre de Belém

Não podíamos passar sem ter um local “da velha guarda”. Vir a Lisboa é sinónimo de ir ver a Torre de Belém, que, em tempos, serviu mesmo para “guardar” a capital. Alguns dos títulos deste ícone são: Património Mundial da UNESCO e uma das 7 maravilhas de Portugal.

Este ícone da cidade custaria 6€, mas aos domingos e feriados, das 10h às 14h é totalmente gratuito.

 

Morada: Torre de Belém 1400-206 Lisboa

Site: http://www.torrebelem.pt/

 

[cycloneslider id=”torre-de-belem”]

 

4.Noites no Observatório

Se és uma daquelas pessoas que sonham em ir à lua, ainda não te podemos ajudar com isso, mas conseguimos fazer com que te informes um pouco mais.

O Instituto Astrofísica e Ciências do Espaço, juntamente com o Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva, trazem palestras mensais de variadíssimos assuntos sobre o Universo.

Não te assustes já! As palestras não são dadas em chinês! Aliás, são pensadas para chegar a todos, de modo a aproximar as pessoas da ciência e da astronomia.

No fim de cada palestra, terás a oportunidade de ver um espetáculo de estrelas na cúpula do Planetário – uma experiência inesquecível.

Se não ficares saciado, tens duas opções, voltar no mês seguinte ou aproveitar a outra atividade programada: observação das estrelas com telescópios!

Estas palestras (grátis, é claro) esgotam rápido devido ao espaço limitado para cerca de 320 pessoas, por isso precavem-te e inscreve-te com antecedência. O tema da palestra é divulgado na segunda-feira da semana anterior ao evento, no site e Facebook do Instituto.

Morada: Planetário Calouste Gulbenkian – Centro Ciência Viva; Museu de Marinha, Praça do Império, Lisboa

Site: http://divulgacao.iastro.pt

 

Site do Instituto Astrofísica e Ciências do Espaço

 

5.Miradouro de São Pedro de Alcântara

Não podia faltar à lista um momento de relaxamento. Os miradouros em Lisboa são os locais perfeitos. Quer sejas um solitário que precisa de alinhar os chackras ou alguém que quer impressionar a cara metade, um ponto alto sobre a cidade é a melhor escolha.

O Miradouro de São Pedro de Alcântara é dos melhores que podes eleger! Para além de se conseguir ver o Castelo de S.Jorge, a Baixa Lisboeta e o Tejo, este espaço está repleto de esplanadas, fontes e jardins que dão um sentimento de paz ao local.

Escusado será dizer que é gratuito sentar um bom bocado, lado a lado com a história de Lisboa e ver o pôr do sol a partir de um local privilegiado.

Morada: Rua de São Pedro de Alcântara, Lisboa

Site: http://www.cm-lisboa.pt/equipamentos/equipamento/info/miradouro-de-sao-pedro-de-alcantara

 

[cycloneslider id=”miradouro-de-sao-pedro-de-alcantara”]

 

No final, verás que não gastaste nada e que ganhaste imenso!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *