Novidades em Lisboa #4: Bem-vindo ao mundo encantado do vinho

Nesta quarta e última edição sobre novidades em Lisboa, damos-te a conhecer o Wine District, situado no Chiado. Este espaço surgiu da necessidade natural de associar comida ao vinho e apresentar também aos turistas os vinhos típicos da região do Tejo.

Quando entrámos no Wine District, neste gigante mundo encantado com seicentos metros quadrados e cento e oitenta lugares sentados aberto no dia 15 de março, deparamo-nos com uma loja de vinhos, logo à entrada.

Mais à frente, a curiosidade aumenta quando nos apercebemos do espaço gigante para as refeições, com um piso superior, lugares ao balcão e um pequeno terraço. O Wine District não é um restaurante, mas sim um espaço dedicado à degustação de vinho. Realmente, não pode ser chamado restaurante pois não tem cozinha: todas as tapas e petiscos são preparadas no balcão, onde os clientes podem ver todo este processo. Aqui, há vinho de Portugal inteiro e a copo, da zona de Lisboa e do Tejo. Caso o cliente deseje, pode então adquirir o vinho na loja, que se encontra à entrada do espaço.

Para acompanhar o vinho, as opções são várias. Desde pão de broa, azeitonas e queijo de cabra fresco a conservas gourmet, preparadas com muito requinte pelo Chef Michelle Weiss. Provámos as conservas de bacalhau desfiado com puré de grão e de sardinha com cebolinho e manjericão, que estavam excelentes, sendo que cada ingrediente casava na perfeição. Realmente, trata-se de uma experiência gastronómica diferente e única, tratando-se de um conceito totalmente disruptivo no que toca a conservas, ao trazer para a mesa um prato de conversas gourmet, algo de que nunca tínhamos ouvido falar.

Aqui, servem-se também empadas de pato, vitela, legumes e uma bastante especial, o best-seller, a empada de cozido à portuguesa. Realmente, sabe a cozido à portuguesa: nós confirmamos. Outras opções do menu com bastante saída são as saladas e conservas mexilhões em escabeche.

Algumas das novidades da casa são o chouriço e a morcela assados, algo que o responsável de marketing, Tomás Marinho, confessa que faltava e espera que tenha muita adesão, dado que para os turistas que frequentam o espaço é algo que nunca viram e irão ter certamente curiosidade de experimentar.

No fim da refeição, e se houve espaço para sobremesas, há a possibilidade de pedir doces típicos portugueses, como pastel de nata, ou então, por exemplo, laranja com mel. Quem se quiser aventurar tem a opção do gelado de moscatel. Aqui, há também o Melhor Bolo de Chocolate do Mundo.

Vários jovens se juntam aqui ao final da tarde, provavelmente pela tentadora happy hour: por cinco euros, das 17h às 19h, podem desfrutar de um copo de vinho e de um petisco surpresa da ementa, que vai variando. Para juntar à festa, há música ao vivo a partir das 18h30 até 22h, às quintas, sextas e sábados.

Brevemente, irá também haver um menu de almoço que irá ter quatro pratos à escolha, couvert, um copo e café.

Para acompanhar o copo de vinho colheita de São Sebastião, desfrutámos de uma tábua de queijos serra da estrela, queijo de Nisa, queijo serpa envelhecido, queijo de São Jorge curado a 24 meses e uma tábua de enchidos com paio, copita e lombo, juntamente com as conservas e a empada de cozido à portuguesa que já mencionámos anteriormente. Todas as tábuas estavam excepcionais e realmente é difícil escolher o melhor elemento das mesmas.

Curiosidade: há uma cisterna de água, debaixo do espaço, que foi descoberta há cerca de vinte anos e remonta a 1690.
Ideal para: relaxar ao final do dia.

Morada: Rua Ivens, nº44
Horário de funcionamento: Ter a Qui e Dom- 12:00 às 24:00. Sex e Sáb: 12:00 a 02:00. Encerra ao Domingo
Facebook:
https://www.facebook.com/winedistrictlx/?fref=ts

Categoria: Capital
Tags , , , .

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *