Procuradoria Geral da República abre inquérito ao currículo profissional de Barreiras Duarte

Um inquérito foi aberto ao currículo académico de Feliciano Barreiras Duarte, atual secretário-geral do PSD, pela Procuradoria Geral da República (PGR). Barreiras Duarte promete tomar uma posição face aos danos causados à sua reputação.

Apesar de revoltado, o secretário-geral do PSD, Feliciano Barreiras Duarte, considera que o inquérito realizado pela PGR vai ao encontro do seu desejo de ver a atual polémica “cabal e completamente esclarecida”.

Uma das principais dúvidas relativamente ao seu currículo é a sua passagem pela Universidade da Califórnia, em Berkeley, o que levou a que estas informações fossem encaminhadas pelo Departamento de Investigação e Ação Penal.

No entanto, esclarece que nada fez de errado no chamado processo de Berkeley – “todos os movimentos e ações relacionados com esse caso estão devidamente documentados e são inequívocos quanto à minha inocência; fui convidado para visiting scholar (estatuto que não confere qualquer grau académico) e não me fiz de convidado; não tirei qualquer proveito da Universidade de Berkely – nem financeiro, nem académico, nem profissional, nem político”.

O secretário do PSD assume-se indignado e diz estar a ser alvo de uma campanha com motivações políticas, considerando que o principal objetivo é “atacar a direção do PSD e, em particular, o seu líder, Rui Rio”.

Rui Rio ainda não prestou declarações face a estas acusações. Contudo, Barreiras Duarte afirma que irá recorrer “a todos os meios legais” para agir contra os danos provocados à sua reputação.

Posted in Atualidade and tagged , , , , , , , .

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *