Roger Torrent eleito presidente do Parlamento Catalão

Roger Torrent desempenhou o cargo de porta-voz adjunto do Junts pel Sí na última legislatura.

O parlamento catalão elegeu, esta quarta-feira, Roger Torrent como presidente, com 65 votos – dos três grupos independentistas -, enquanto o candidato do Ciudadanos – o mais votado nas eleições regionais de dezembro -, teve 56 votos.

A eleição do novo presidente decorreu à segunda volta e contou com votos favoráveis dos independentistas, que ocupam, no total, 70 lugares: 34 dos JxCat (Juntos Pela Catalunha, direita separatista), 32 da ERC (Esquerda Republicana da Catalunha) e quatro da CUP (Candidatura de Unidade Popular, extrema-esquerda antissistema).

Contabilizaram-se nove votos em branco.

Roger Torrent foi eleito por maioria simples na segunda votação, depois de não ter alcançado a maioria absoluta necessária para ser escolhido na primeira votação. Este não contou com os votos dos cinco deputados independentistas eleitos, que se encontram na Bélgica, em fuga – Carles Puigdemont (ex-chefe do Governo catalão), Clara Ponsatí e Lluís Puig (JxCat) e Antoni Comín e Meritxell Serret (ERC).

Além disso, três deputados independentistas estão em prisão preventiva – Oriol Junqueras (ERC, anterior vice-presidente do executivo regional), Joaquim Forn e Jordi Sánchez (JxCat) -, mas puderam votar por procuração.

Roger Torrent, que na última legislatura exerceu o cargo de porta-voz adjunto do Junts pel Sí no parlamento catalão, sucede a Carme Forcadell, que, na semana passada, anunciou que não pretendia regressar ao cargo por estar envolvida em processos judiciais, relacionados com o processo de secessão da Catalunha.

Josep Costa (JxCat) e José María Espejo-Saavedra (Cidadãos) foram eleitos como primeiro e segundo vice-presidentes da mesa.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *