• Moda e Lifestyle

    Em maio, o que é que eu calço?

    No mês de maio começa o calor com maior força e, por isso, começamos a arrumar nas caixas as nossas botas de inverno. Assim, este é um mês que (pelo menos a mim, não sei quanto a vocês) faz ter, ainda mais, aquele problema do “NÃO SEI O QUE VESTIR, NÃO TENHO ROUPA NENHUMA”, quando temos diante de nós um armário repleto de dezenas de coisas. Porém, sinto que se fala muito da roupa, mas e dos sapatos? Será o calçado um discriminado sobre o qual as pessoas, no seu geral, não pensam muito? Bom, eu, enquanto vossa amiga, vou dar-vos algumas dicas de calçado que, eventualmente, pode ser usado…

  • Literatura

    Afinal, a morte não tinha hora marcada – é o que aprendemos com Chloe Benjamin

    Para fecharmos este bookclub (é o último, infelizmente), é interessante que a temática do nosso livro do mês, “Os Imortalistas”, tenha sido o fim das coisas.  A premissa suscitava curiosidade, incomodava e seduzia-nos. Afinal, se a morte tivesse hora marcada, como viveríamos? Benjamin contou-nos uma história absolutamente deliciosa e com um contexto do trajeto pessoal humano riquíssimo.  Tal como discutimos no último post, o livro encontrava-se dividido em quatro partes – cada uma sobre a vida de um dos irmãos Gold –, sendo que esta divisão começa do mais novo para o mais velho dos irmãos. Todos sem exceção visitam uma vidente que lhes dá um dia para o término…

  • 7ª Arte

    Late Night: o talento (também) usa calças

    Em terra de machistas com o rei na barriga, todo e qualquer talento feminino é uma ameaça. Disponível na Netflix, Late Night, de Nisha Ganastra, estreou em 2019, mas em pleno 2021 continua a ser a representação perfeita de que o descanso à sombra da bananeira é a guilhotina do sucesso. Late Night não é um amor à primeira vista. Não nos fascina durante os quinze minutos iniciais, nem nos deixa de olhos arregalados ao fim da primeira meia hora. Na verdade, diria que se assemelha maioritariamente àquele amigo (demasiado) inconveniente que, na verdade, se limita a existir com a sinceridade em piloto automático. O plot de Late Night é…