Cheira bem, cheira a… Primavera – Mega Guia Turístico de Lisboa

Com a chegada do tempo mais ameno, dos dias mais compridos, e da boa disposição cada vez mais alta, dizemos adeus a um inverno chuvoso e friorento. A Capital traz até ti um roteiro para aproveitares a chegada da Primavera da melhor forma!

 

Aproveita alguns dos miradouros da nossa capital, tais como: miradouro de São Pedro de Alcântara, com vista para o Castelo de São Jorge e para a Baixa lisboeta, tendo o Tejo como fundo; miradouro das Portas do Sol, onde podes observar o Panteão e o rio, rodeado de esplanadas e quiosques; miradouro de Santa Luzia, em Alfama, cheio de beleza e história da conquista de Lisboa, nos seus peculiares azulejos azuis; miradouro de Santa Catarina, também conhecido por Adamastor, sempre cheio de jovens e turistas, com uma vista privilegiada para a Ponte 25 de Abril. E não te esqueças de apreciar a vista!

São Pedro de Alcântara

Portas do Sol

Santa Catarina/Adamastor

A Primavera é também altura de relaxar e apreciar a natureza, e os jardins da cidade são a melhor opção. O jardim de Belém, situado mesmo junto ao Tejo e enquadrando a Torre de Belém, foi construído durante o Estado Novo. As suas palmeiras são símbolo das terras descobertas pelos navegadores portugueses que partiram daquele mesmo local, homenageando os Descobrimentos. O jardim da estrela localiza-se mesmo ao lado da Basílica da Estrela, na Lapa, datando de 1852. Tem um quiosque no centro, bem como um antigo coreto e um pequeno lago e é rico em plantas de variadíssimas espécies. Aproveita a boleia e vem respirar o ar puro ou fazer um piquenique.

A cidade das sete colinas está repleta de rooftops de renome. O Rooftop Bar – Hotel Mundial localiza-se no nono andar do Hotel Mundial, na freguesia de Santa Justa. É um lounge com uma vista panorâmica de 360º, que vai desde o Castelo de São Jorge ao Tejo, pousando ainda o olhar sobre toda Lisboa. Durante os meses de calor tem animação ao vivo e funciona todos os dias da semana. O Topo Chiado está situado nos Terraços do Carmo, tendo uma grande vista para o elevador de Santa Justa e um menu diversificado, pensando também nas crianças. O Sky Bar está no topo do Tivoli Lisboa, mesmo na Avenida da Liberdade. A magnífica vista sobre a cidade de Lisboa e o seu design são perfeitos para aquele aperitivo ou um copo de vinho, dependendo dos gostos, durante o pôr do sol ou à noite. Funciona de segunda a domingo, de abril a setembro, e tem alguma experiência em tapas. O Rio Maravilha localiza-se no Lx Factory, em Alcântara. Está num quarto andar e está divido em várias partes. Tem um terraço fantástico e dentro do espaço, as cores misturam-se, criando uma atmosfera completamente cinematográfica. Uma mulher de braços abertos, de várias cores – uma estátua – dá toda uma outra dinâmica ao espaço. É muito famoso pelo seu risoto, tendo outras sugestões como cocktails e algumas iguarias brasileiras, sendo este também uma homenagem ao Rio de Janeiro. O Lost in localiza-se no Príncipe Real e é um lounge com todo um design arábico, um menu bastante variado e rico em diversidade cultural, sempre com um toque gourmet e o seu lema é “Sit back, relax and enjoy”, por isso segue a mensagem e desfruta! Por fim, o famoso Park, com uma vista panorâmica sob todo o rio Tejo. Geralmente tem eventos de sunset animados por DJs. O mais difícil é escolher a qual ir primeiro, sendo que todos valem muito a pena.

Rooftop Bar – Hotel Mundial

Topo Chiado

Rio Maravilha

Lost in

Park

Algo muito característico de Lisboa são os seus bairros típicos, cheios de cafés, tascas, restaurantes, monumentos e lojas de comércio local muito famosas e peculiares. Desde Alfama, um bairro histórico, à Graça, situado na mais alta colina da cidade, tendo sido edificado após o terramoto de 1755. É uma zona muito procurada pois é conhecida pelos seus miradouros. A Mouraria é um dos bairros mais tradicionais de Lisboa, sendo que o seu nome vem da conquista de Lisboa aos mouros, por D. Afonso Henrique. É o bairro mais multicultural de Lisboa e é o berço do fado. A Bica, com o seu emblemático ascensor, tem a Rua da Bica, que é muito provavelmente a rua mais fotografada da cidade. O Príncipe Real é considerado uma extensão do Bairro Alto e é conhecido pelas lojas de antiguidades e por ser a zona gay de Lisboa. É bastante procurado para habitar, devido a todo o ambiente circundante – desde comércio, jardins e praças. A praça central tem um café e uma atmosfera muito descontraída. Aproveita e explora mais da cultura citadina esta Primavera.

Alfama

Mouraria

Bica

A pluralidade do potencial lisboeta levou-nos a pensar ainda noutros locais, sendo que podem ser bastante divertidos e culturalmente interessantes.

O Lx Factory está localizado em Alcântara, mesmo em baixo da Ponte 25 de Abril. É um mega espaço com vida própria, completamente criado a partir de fábricas de tecido abandonadas. “Uma ilha criativa (…), cenário de um diverso leque de acontecimentos nas áreas da moda, publicidade, comunicação, multimédia, arte, arquitetura, música, etc., gerando uma dinâmica que tem atraído inúmeros visitantes a re-descobrir esta zona de Alcântara.” – citação retirada do site oficial do projeto. Tal como dizem também: O Lx Factory é “uma fábrica de experiências onde se torna possível intervir, pensar, produzir, apresentar ideias e produtos num lugar que é de todos, para todos.” É um dos locais mais cosmopolitas de Lisboa, tem espaços famosos como a livraria Ler Devagar ou o Lisbon Underground Village. Está cheio de frases e desenhos emblemáticos pelas paredes. É definitivamente um local de passagem obrigatório em Lisboa.

Lx Factory

Lx Factory – cafés

Lx Factory – Livraria “Ler Devagar”

Trazemos-te, também, o renovado Cais do Sodré. Para além da extraordinária vista para o Tejo, este espaço acabado de inaugurar foi feito a pensar mais nas pessoas e no ambiente, com muitas árvores e espaços pedonais. O Cais é bastante ativo à noite, sendo um local de passagem quase obrigatória durante uma saída. Desde o Titanic Sur Mer, ao Music Box, passando pela famosa Rua Cor-de-Rosa e pela Pensão amor, esta é uma zona rica. Levantámos só a pontinha do véu, o resto tens de ser tu a descobrir.

Cais do Sodré – Rua Cor-de-Rosa

A baixa lisboeta é o sítio mais frequentado pelos estrangeiros, em todas as épocas do ano, sendo que se enche agora com a chegada do calor. É um local com muita vida – desde animação de rua, a lojas de roupa e cafés. Podes sempre aproveitar os gelados de famosas gelatarias da baixa, sentar-te numa das esplanadas a apreciar um copo de vinho e algum petisco, ou mesmo apenas passear – é um local muito visual, sonoro e dinâmico. Perfeito para um fim de tarde primaveril.

Baixa

Baixa

Baixa

Aproveita a magia que a cidade de Lisboa tem para oferecer neste início de Primavera e surpreende-te!

 

Categoria: Capital
Tags , , , .

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *