Atualidade,  Informação

12 portugueses morreram na “Estrada da Morte” em França

Captura de ecrã 2016-03-29, às 16.25.08

O acidente aconteceu em Moulins e terminou da pior maneira uma viagem que tinha como destino Portugal. O único sobrevivente é o condutor da carrinha, que tinha apenas 19 anos.

A carrinha que transportava os 12 portugueses que morreram esta quinta-feira em França estava sobrelotada. Apesar de não haver confirmação oficial, tudo indica que os 13 ocupantes viajavam num automóvel com capacidade máxima para 6 pessoas.

O condutor da carrinha envolvida no acidente está hospitalizado numa unidade psiquiátrica e ainda não foi ouvido pelas autoridades, segundo o Ministério Público de Moulins.

De acordo com o secretário de estado das comunidades, as 12 vítimas mortais são dos concelhos de Cinfães, Sernancelhe, Oliveira de Azeméis, Pombal, Castelo de Paiva, Arouca e Trancoso.

Os 13 emigrantes tinham como destino Portugal, para passarem a Páscoa. Partiram da Suíça no dia anterior ao acidente e seguiam na Estrada Centro Europa Atlântico, ou a “Estrada da Morte”, considerada uma das quatro estradas mais perigosas de França.

O único sobrevivente vai agora ser ouvido pelas autoridades francesas e pode ser acusado de homicídio negligente, já que não poderia conduzir a carrinha que os transportava por não ter idade mínima legal.

Entretanto, o ministro dos Transposter francês, Alain Vidalies, em declarações à emissora RTL, disse que ”as condições exatas do acidente não foram determinadas”. Acrescentou ainda que as informações de que dispunha apelavam “à prudência sobre o papel da estrada” e que “existem perguntas legítimas sobre o veículo utilizado”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *