• Opinião

    O caminho para a (in)felicidade

    “O que eu quero é ser feliz”. Ultimamente tenho ouvido muito esta expressão. Talvez por ser época natalícia e o quatro estar quase a transformar-se num cinco e as pessoas começarem a fazer as suas resoluções de ano novo. Acho-a uma expressão curiosa. “Quero encontrar o caminho para a felicidade”. É outra. Parece que a felicidade é um estado permanente e inalterável uma vez alcançado. Não entendo esta necessidade das pessoas de hoje em dia. Uma necessidade de apressar os processos. Uma necessidade de que as coisas se mantenham inalteradas. De que tudo dure para sempre sem qualquer esforço ou sacrifício. É como receber uma medalha pela maratona que nunca…

  • Opinião

    Pelo Outro é que Vamos

    O meu carro parado em frente ao mar de Carcavelos. Uma infusão de laranja e jasmim na base para copos. Pelo Sonho é que Vamos de Sebastião da Gama de um lado. Os meus blocos e o meu lápis do outro. Eu, como se distanciada deste ambiente que me envolve, observo o mar agitado numa destas noites frias. Este mar que me alegra e entristece. Alegra-me por ver nele não só um conjunto de moléculas de água salgada agitadas em constante movimento, como se dependessem da agitação para viver, mas também por ver no profundo azul, quase negro, uma metáfora com a vida: um mar imenso de sonhos e oportunidades…