Atualidade,  Informação

Jogo Duplo – suspeitas de corrupção na II Liga

Suspeita da viciação de resultados e apostas ilegais, na primeira liga, levam à detenção de quinze pessoas, no sábado passado.

Captura de ecrã 2016-05-16, às 11.07.49

Depois de ganharem ao Atlético (3-2), quatro jogadores do Oriental – João Pedro, André Almeida, Rafael Veloso e Diego Tavares – foram surpreendidos, em pleno balneário, com a presença da Polícia Judiciária. Segundo informou o clube no Facebook, os jogadores foram levados para interrogatório e serão presentes ao juiz Carlos Alexandre.

O mesmo aconteceu à equipa de Oliveira de Azeméis, onde terão sido detidos também quatro jogadores – Hélder Godinho, Luís Martins, Ansumané e Pedro Oliveira. Os atletas terão sido apanhados a vender jogos e a gozar com as derrotas da equipa, não sabendo que estavam a ser escutados há cerca de dois meses.

Também um dirigente da claque do FC Porto, conhecido por Aranha, e dois dirigentes do Leixões – presidente e o diretor desportivo – terão sido detidos.

A operação Jogo Duplo surgiu após uma denúncia feita em março pela Federação Portuguesa de Futebol e já envolveu cerca de 70 inspetores em mais de 30 buscas a nível nacional. 

A Liga Portuguesa de Futebol já reagiu às detenções e condenou “todas as práticas que não respeitem a verdade desportiva”, enfatizando a necessidade “de assegurar a integridade das competições profissionais”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *