Atualidade

O Homem que ajudou a parar o país enfrenta uma queixa crime por burla no valor de 85 mil euros.

O advogado e vice-presidente do Sindicato dos Motoristas de Matérias Perigosas, Pedro Pardal Henriques, tem uma queixa de burla no Departamento de Investigação e Acção Penal, em Lisboa, no valor de 85 mil euros. Esta queixa foi apresentada por um empresário francês, que afirma ter pago serviços que nunca chegaram a ser realizados.

Em causa está a compra de uma propriedade, em Portugal, cujo processo devia ter sido realizado pelo advogado Pedro Pardal Henriques, mas este nunca o fez. Assim, o advogado ficou com o dinheiro da compra da propriedade e ainda com o pagamento de outros serviços jurídicos que nunca prestou.

O investidor francês preferiu manter o anonimato, mas afirma que também a sua gestora de negócios, Lysiane Lecoeur, tem queixas relativamente às práticas do advogado. Esclareceu ao Diário de Notícias que pagou a Pedro Pardal Henriques 2500 euros para criar uma empresa, 5 mil euros para criar uma empresa na zona franca da Madeira e 1400 euros para um NIF português. Além disso, pagou ainda os ditos 85 mil euros para a compra da propriedade, sendo que estes foram depositados (a pedido do advogado) no Deutsche Bank, mas os serviços nunca foram concluídos.

O advogado argumentava não poder devolver o dinheiro, pois tinha a sua conta congelada pelo Banco de Portugal, sendo que, até hoje, ainda não resolveu esta questão com o investidor.

Recorde-se de que a greve dos camionistas foi convocada pelo Sindicato dos Motoristas de Matérias Perigosas, do qual Pedro Pardal Henriques é vice-presidente, embora nunca tenha estado ligado a esta profissão, nem conduzido um camião. Porém, os estatutos permitem que tal situação aconteça, uma vez que podem ser membros de direito da associação motoristas e todos os que “desenvolvam atividades de interesse ou interligadas com os objetivos e fins” do sindicato.

Existem outros detalhes relativamente ao trajecto profissional de Pedro Pardal Henriques que chamaram a atenção, nomeadamente o facto de, segundo o site da Ordem dos Advogados, ser advogado desde 2017, mas na sua página do LinkedIn afirmar que exerce esta profissão desde 2010.

Pedro Pardal Henriques foi o homem que deu a cara pela paralisação dos camionistas, mas, dentro do setor, até à paralisação, era um desconhecido.

Advogado líder de camionistas que pararam o país tem queixa-crime por burla

Fonte: Jornal de Negócios, disponível em: https://www.jornaldenegocios.pt/economia/justica/detalhe/advogado-lider-de-camionistas-que-pararam-o-pais-tem-queixa-crime-por-burla

https://static.globalnoticias.pt/dn/image.aspx?brand=DN&type=generate&guid=2839e277-30f4-46e2-9654-18413e8e2537&t=20190419222944&fxguid=b7ed663f-0dd7-4219-a5e9-f28d3bcb9693

Fonte: Diário de Notícias, disponível em: https://www.dn.pt/pais/interior/quem-e-o-advogado-de-maserati-que-dirige-os-camionistas–10810520.html

Revisto por Ana Roquete

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *