Resumo da 26ª Jornada da Bundesliga- Bayern de Munique fortifica a liderança com uma goleada frente ao Mainz

A Liga Alemã, mais conhecida por Bundesliga, continua ao rubro com o Bayern de Munique e o Borussia de Dortmund na luta pelo título em igualdade pontual, mas com uma diferença nos golos marcados e sofridos.  Aí, os Bávaros têm vantagem, por terem 68 golos marcados e 27 sofridos contra os 64 marcados e 30 sofridos dos auri-negros. Mais abaixo, temos o Bayer Leverkusen e o Wolfsburg na luta por um lugar europeu, e, por último, no fim da tabela classificativa, encontram-se o Stuttgart, Hannover e Numberg, na zona de descida.

São estas as contas que se fazem após a 26ª jornada da Bundesliga, que começou com a receção do Borussia de Monchengladbach ao Freiburg, que ditou um empate a uma bola. Os visitantes começaram melhor a partida, com um golo logo aos dez minutos, marcado por Vincenzo Grifo. Foi de Pascal Stenzel o passe que colocou a bola nos pés do médio italiano, que, já dentro da área, colocou a bola no canto inferior esquerdo da baliza de Sommer. Estava assim inaugurado o marcador no Borussia-Park. Esta vantagem durou poucos minutos, porque ao minuto 16 foi restabelecida a igualdade no marcador por Alassane Plea, servido de bandeja por Thorgan Hazard. Este foi o último golo do encontro, revisto pelo VAR, que validou o empate na partida. Até ao apito final do árbitro, o marcador não sofreu alterações, verificando-se, contudo, oportunidades de golo para ambas as equipas. Entre estas oportunidades, destacou-se a defesa do guarda-redes do Borussia de Monchengladbach, após um remate colocado de Vincenzo Grifo, na sequência de um pontapé de canto.

Do Borussia-Park, passamos para a Veltins-Arena, palco do jogo entre o Schalke 04 e RB Leipzig. O golo que definiu o resultado final foi logo marcado aos 14 minutos por Timo Werner, com um remate rasteiro indefensável para Nubel. O resto do jogo foi rico em oportunidades para ambas as equipas, destacando-se a bola na trave por Yussuf Poulsen do Leipzig, que por sua vez também esteve perto de marcar aos 37 minutos. Já o Schalke também esteve perto de empatar na 2ª parte do encontro, por intermédio de Embolo aos 49 minutos, e por Guido Burgstaller aos 88 minutos.

A jornada continuou, e no mesmo dia jogou-se o Stuttgart – Hoffenheim, que ficou empatado a uma bola. Os visitantes foram os primeiros a marcar por intermédio de Kramaric, em resposta a uma assistência de Ishak Belfodil. Já com o resultado de 1 a 0, foi o Hoffenheim a criar perigo com uma bola no poste da baliza de Zieler. A reação do Stuttgart deu-se aos 66 minutos com mais uma assistência que permitiu ao médio suíço Steven Zuber restabelecer a igualdade no marcador.

Outro jogo desta jornada foi a receção do 14º classificado Augsburg ao aflito Hannover. O primeiro golo da partida foi marcado aos oito minutos, com um cabeceamento de Hendrik Weydandt. O jogo estava propício para os visitantes, mas o Augsburg chegou ao empate ao minuto 65, com um cabeceamento desta vez protagonizado por Sergio Cordova. Aos 78 minutos, os comandados por Manuel Baum chegam à vantagem no marcador com um golo de livre direto cobrado por Jonathan Schmid. O Augsburg só fechou a contagem aos 86 minutos, golo de Andre Hahn, assistido por Kevin Danso.

No Wolkswagen Arena houve goleada do Wolfsburg frente ao Dusseldorf. Nesta partida, que apenas teve dois cartões amarelos – um para cada equipa – exibidos na primeira parte, os dois primeiros golos foram marcados precisamente nos primeiros 45 minutos: o primeiro, pelos visitantes, por intermédio de Kaan Ayhan, na cobrança de um livre direto. O segundo, pelos visitados, num chapéu de Admir Mehmedi, que colocou a bola indefensável para Michael Rensing. Para o segundo tempo, ficaram guardados os restantes cinco golos do encontro. O Wolfsburg chegou à vantagem ao minuto 54 por intermédio de Wout Weghorst, que iria completar um hat-trick nesta tarde com mais dois golos ao minuto 59 e 88. O outro golo dos die Wӧlfe foi marcado pelo defesa central Robin Knoche. Já os comandados por Friedhelm Funkel reduziram a desvantagem ao minuto 65 por Benito Raman, num remate rasteiro que fez a bola entrar junto ao poste esquerdo.

Em Berlim, a equipa da casa recebeu e saiu derrotada pelo segundo classificado, o Borussia de Dortmund, por 3-2. O Hertha de Berlim começou melhor o encontro com um golo marcado logo aos quatro minutos por Salomon Kalou. Um golo na sequência de um remate de Maximilian Mittelstadt, e estava assim inaugurado o marcador no Estádio Olímpico de Berlim. O Borussia de Dortmund reagiu aos 14 minutos por intermédio de Thomas Delaney. O médio Dinamarquês recebeu a bola dentro da área e rematou, tendo a bola ainda desviado num defesa, traindo assim o guarda-redes Rune Jarstein. Ao minuto 35, após uma mão na área do Hertha de Berlim, o árbitro não hesitou e assinalou grande penalidade, convertida com sucesso por Salomon Kalou. A Alte Dame estava de novo em vantagem, e era o bis do avançado Costa Marfinense. O resto do jogo foi praticamente todo dos auri-negros, que conseguiram uma remontada iniciada ao minuto 47 por Dan-Axel Zagadou. Grande cabeceamento do defesa Francês que restabelecia a igualdade no marcador. Ao minuto 92, deu-se a cambalhota no marcador com Marcos Reus a atirar para o fundo da baliza do Hertha de Berlim, fazendo assim o 3-2. O jogo ficou ainda marcado pelo cartão vermelho mostrado a Vedad Ibisevic, após consulta do VAR. O Hertha ficou assim reduzido a dez jogadores.

No dia 17 de março, o Bayer Leverkusen e o Werder Bremen mediram forças em mais um duelo da Bundesliga. O primeiro golo surgiu aos 13 minutos por Max Kruse, que, após combinar com Maximilian Eggestein, atirou para o fundo da baliza de Lukas Hradecky. Estava feito o primeiro para os visitantes. O Bayer Leverkusen procurou reagir, nomeadamente com uma oportunidade ao minuto 34, protagonizada por Leon Bailey, mas foi o Werder Bremen a ampliar a vantagem com um golo marcado aos 37 minutos por Milot Rashica. Excelente visão de jogo de Max Kruse no passe para o seu companheiro, e estava feito o 2-0. Na segunda parte, o destaque vai para o golo anulado ao Bayer Leverkusen, que, ao minuto 75, reduziu a desvantagem no marcador. O autor do tento marcado pelos homens da casa foi Leon Bailey. A partida não terminou sem os visitantes darem um ar da sua graça, e ampliarem o resultado para 3-1. Foi o bis de Max Kruse, que, no completar de uma jogada individual, rematou para a baliza dos comandados por Peter Bosz.

De leverkusen passamos para Frankfurt, onde a equipa da casa recebeu e venceu o Nurnberg por 1-0. Num jogo em que o Eintracht Frankfurt teve 24 tentativas de golo contra 9 do Nurnberg, o primeiro golo da partida foi marcado por Martin Hinteregger à passagem da meia-hora. O defesa dos Die Adler foi assistido por Filip Kostic e não tremeu na hora de finalizar. A restante hora de jogo foi praticamente toda da equipa da casa, destacando-se o golo anulado ao português Gonçalo Paciência. O internacional português esteve em bom plano neste jogo, sendo dele outras duas oportunidades de golo ao minuto 43 e 59. Contudo, o resultado não se alterou e quem sorriu no final foi o Eintracht Frankfurt, que, com estes três pontos, mantém-se bem vivo na luta por um lugar na Liga dos Campeões.

A 26ª jornada da Bundesliga terminou com a receção do líder Bayern de Munique ao 13º classificado Mainz. Foi um festival de golos aquilo que se vislumbrou na Allianz Arena, com 6 golos da equipa da casa, sem qualquer tipo de resposta da equipa visitante. O grande destaque desta partida e da própria jornada foi James Rodríguez, que completou um hat-trick, com golos aos 33 e 51 minutos, e com um chapéu ao minuto 55. Os restantes golos foram marcados por Robert Lewandowski, assistido por David Alaba; Kingsley Coman, no decorrer de uma jogada individual; e Alphonso Davies que se estreou a marcar com a camisola dos Bávaros. A única aproximação efetiva do Mainz à baliza de Manuel Neuer deu-se ao minuto 25, em que o remate de Levin Oztulani passou ao lado do poste direito da baliza do guardião alemão.

James Rodríguez foi uma das principais figuras da 26ª jornada da Bundesliga ao completar um hat-trick na goleada do Bayern de Munique frente ao Mainz. Fonte: https://www.goal.com/en/news/james-nets-first-hat-trick-in-eight-years-as-bayern-thrash/qqt2rz7czj171v202rz77qsok


Fonte fotografia “thumbnail”: https://pt.wikipedia.org/wiki/Bundesliga

                                                                             Artigo revisto por Daniela Costa

Artigos recentes

The (not so) Good Place

Estás à procura de uma série curta e divertida para fazer binge-watching durante a quarentena? The Good Place pode ser a melhor opção. Esta série

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *