• Literatura

    A Seleção: o princípio do fim

    Há livros cujo conteúdo nos faz refletir durante dias, não por se tratar de uma história extraordinariamente boa, mas por escapar ao óbvio e romper com todos os paradoxos convencionais e tradicionais daquilo que deve estar presente numa obra. Quando acaba o primeiro livro da saga A Seleção, é exatamente com esse dilema que o leitor se depara, resultando, assim, na crescente vontade de ver respondidas as suas questões, ansiando pelo segundo livro da coleção. A ação desenrola-se no reino Illéa, anteriormente conhecido como Estados Unidos da América. Este novo reino foi um resultado da 4.ª Guerra Mundial, que teve como cabeças principais a Rússia, a China e os EUA…