• Atualidade

    Puigdemont e “outros membros do Governo destituído” estão na Bélgica

    Os membros destituídos do parlamento da Catalunha são acusados de “rebelião, sedução e fraude”, em Espanha. A informação de que Puigdemont terá ido para a Bélgica – avançada pelas agências noticiosas Efe e Associated Press – foi confirmada uma hora depois de o procurador geral, José Manuel Maza, ter anunciado a acusação contra os principais membros do governo catalão por rebelião, sedição e fraude e contra a presidente do Parlamento regional e os membros da mesa que processaram a declaração de independência. Segundo o jornal espanhol La Vanguardia, além de Puigdemont, encontram-se também na Bélgica “outros membros do Governo destituído”. A cadeia de televisão pública flamenca VRT News referiu que…