• Atualidade,  Informação

    A batalha de Mossul: Ataque ao último reduto do Daesh no Iraque.

    Na passada quarta-feira, dia 2 de novembro, forças iraquianas entraram na cidade de Mossul numa batalha que visa retirar do Daesh o controlo do último bastião do autoproclamado Estado Islâmico no Iraque. O exército iraquiano, com o auxílio a norte do exército curdo dos peshmerga e com o apoio aéreo da coligação francesa e americana, conseguiram tomar controlo da estação televisiva da cidade, no bairro de Gogjali, a leste de Mossul. Esta ofensiva é de extrema importância para o Iraque, que pouco a pouco tem vindo a reconquistar o território perdido para o Daesh em 2014. Este cerco, que se tem vindo a intensificar nas últimas horas, com avanços de…

  • Atualidade,  Informação

    Ofensiva a Mossul

    As forças militares iraquianas, auxiliadas por uma campanha aérea liderada pelos Estados Unidos da América, iniciaram ontem, ao raiar da manhã, uma ofensiva militar contra a cidade de Mossul, dominada pelo auto-denominado Estado Islâmico. Mossul, a maior cidade industrial do Iraque, localizada junto ao rio Tigre e em frente da cidade de Níneve, é considerada por muitos a última fortaleza urbana sobre controle do ISIS. Quando, em junho de 2014, o líder Abu Bakr al-Baghdadi impôs o califado e aplicou a lei “Sharia”, brutalizando uma cidade, outrora próspera onde mais de um milhão e meio de habitantes convivia pacificamente, e atormentando os seus habitantes, Abu Sabra, um residente de vinte…

  • Atualidade,  Informação

    250 raparigas executadas por terem recusado ser escravas sexuais

    O terror voltou com 250 raparigas executadas em Mossul, cidade iraquiana, nas mãos do Daesh. 250 Mulheres foram executadas em Mossul, cidade do Norte do Iraque, pelo Daesh, o qual tinha controlado a cidade em 2014. Segundo Said Mamuzini, elemento da KDP (Partido Democrático do Curdistão), em declarações à agência de notícias Ahlolbayr News, “pelo menos 250 raparigas foram executadas pelo Daesh por recusarem a jihad sexual, e há casos em que as famílias dessas raparigas também foram executadas por se recusarem a obedecer ao Daesh”. Este conjunto de práticas tem resultado em agressões sexuais a mulheres iraquianas e na imposição de outro tipo de arbitrariedades, como o facto de…