• Atualidade,  Informação

    Ex-presidente do INEM em prisão preventiva

    Luís Cunha Ribeiro vai permanecer em prisão preventiva no âmbito da operação “O negativo”. O antigo presidente do INEM recebeu, este sábado, a medida de coação máxima. Cunha Ribeiro foi detido na passada terça feira e é suspeito de corrupção passiva, branqueamento de capitais e recebimento indevido num esquema que envolve a farmacêutica Octapharma, que detém o monopólio no fornecimento de plasma sanguíneo nos hospitais públicos portugueses. A operação de detenção dos vários suspeitos está a ser conduzida pela Unidade de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária (PJ) e pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa (DIAP). “O negativo” O ex-presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa…