• Made In ESCS

    Os media e as questões de género: uma equação cujo resultado é calculado no presente

    “Nenhum destino biológico, psíquico, económico define a forma que a fêmea humana assume no seio da sociedade; é o conjunto da civilização que elabora esse produto intermediário entre o macho e o castrado que qualificam de feminino. Só a mediação de outrem pode constituir um indivíduo como outro” – corria o ano de 1949 quando Simone de Beauvoir publicou O Segundo Sexo, livro onde se podia ler a passagem suprarreferida e a citação “Ninguém nasce mulher, torna-se mulher”. A autora que influenciou fortemente a segunda vaga feminista não sonharia que, em pleno século XXI, as suas palavras se fariam ouvir de modo tão forte no seminário “Comunicação, Media e Questões…