Há saúde e sabor a granel em Alvalade

A primeira mercearia biológica e a granel em Portugal abriu há dois anos em Alvalade: chama-se Maria Granel e tem para venda mais de 240 produtos – entre chás, especiarias, farinhas e cereais – tudo ao peso.

Nas paredes, há frases que dão o mote ao projeto: “Aqui não há químicos, todos os nossos produtos são biológicos” e “consumo responsável = zero desperdício”.

O conceito é incentivar os clientes a comprar apenas o necessário, evitando assim o desperdício e apostando num consumo mais regrado e consciente. E o processo é simples: os produtos estão expostos em caixas e dispensadores de acrílico e é o cliente que se serve – usando os sacos de papel disponibilizados pela loja ou levando os seus próprios frascos de vidro, que são previamente pesados.

À conversa com Filipa Silva, uma das representantes do projeto, descobri que são várias as motivações de quem visita a Maria Granel: “Há quem venha aqui buscar uma quantidade pequenina só para experimentar uma receita – e neste sentido já estamos associados ao desperdício alimentar: quando compramos embalagens de um quilo, mas só usamos duas ou três colheres de sopa, estamos a gerar desperdício –, depois há aquelas pessoas que vêm por serem produtos biológicos e por termos produtos a que não têm acesso noutros sítios e depois há as pessoas que vêm pelo conceito do Zero Waste, mas ainda não são a maioria…”

A ideia inicial dos fundadores, Eunice Maia e Eduardo, era a venda de azeite a granel, mas, mais tarde, depararam-se com a ideia de ressuscitar a compra a granel em forma de mercearia tipicamente portuguesa.

Para além de procurar evitar o desperdício e da preocupação ambiental – que faz com que, por exemplo, não encontremos sacos de plástico na loja – a grande maioria dos produtos são de origem biológica e de produtores escolhidos a dedo, assegurando o grande compromisso com a qualidade que a loja defende.

Mas a Maria Granel não se faz só da venda ao público. Aqui também se realizam worshops (Quintas da Maria) onde se mostram receitas, dicas e ideias para a melhor utilização dos ingredientes oferecidos e para mostrar que a alimentação saudável não tem que ser um bicho de sete cabeças.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *