A Academia do Guarda-Chuva para Jovens Sobredotados

“The Umbrella Academy” estreou no passado dia 15 de fevereiro na Netflix. Com apenas dez episódios (uma temporada), já conseguiu conquistar o coração dos fãs que preferem séries não-tão-comuns.

Tudo começou com uma banda desenhada criada pelo brasileiro Gabriel Bá, um conceituado comic book artist, em conjunto com Gerard Way, em tempos vocalista da banda “My Chemical Romance”.

Adaptada pela Netflix, a série foca-se em crianças com superpoderes adotadas por um milionário. Calma, eu explico. Certo dia, 43 mulheres deram à luz em simultâneo, o que foi curioso tendo em conta que nenhuma delas estava grávida no começo do dia. Sir Reginald Hargreeves, o abastado de que falei, ciente da peculiaridade destes bebés, iniciou uma jornada com o objetivo de os adquirir. Ao todo, conseguiu comprar sete.

Estas crianças adotadas formaram uma família em conjunto com o seu novo pai, com a sua mãe, neste caso uma mulher robô programada para servir de ama, e com Pogo, que é mordomo e macaco. Que maluqueira, não é?

O enredo desenvolve-se com base no crescimento destas crianças, mostrando simultaneamente onde elas estão hoje. O falecimento do pai reúne-as e tem início a sua missão: saber a história por detrás da morte do mesmo. Ah, e, no meio disto tudo, ainda têm de tentar impedir que o Apocalipse aconteça. Nada de mais.

Fonte: besttvnews

Cada jovem tem o seu superpoder. Permitam-me apresentá-los:


Number One

Fonte: refinery29

O primeiro da lista é Luther Hargreeves, conhecido como “Spaceboy”. Quando a série começa percebemos que Luther se tornou num astronauta, encontrando-se na Lua há quatro anos quando recebe a notícia do falecimento do seu pai. É dotado de uma força sobre-humana. Pode ser considerado o mais leal à missão do pai, pois nunca abandona a mansão, mesmo depois daquilo a que foi submetido. Após um acidente, para salvar a sua vida, o seu pai teve de o transformar num mutante, dando-lhe caraterísticas de primata. Uma das suas principais caraterísticas é o carinho evidente que sente pela sua irmã Allison (Número Três). É Tom Hopper quem o interpreta, caso sintam que a sua cara vos é familiar (cof, Game of Thrones, cof).

Number Two

Fonte: observatoriodocinema

O número dois é Diego Hargreeves. David Castañeda encarna o personagem cujo talento passa pelo manusear de facas. É também especialmente bom a desviar-se das armas. “The Kraken”, como é conhecido, é quem tem mais proximidade para com a mãe, Grace, apesar de também ser mais fechado. Mesmo assim, sabemos um pouco acerca da sua história de amor. Tem ligações à polícia, ainda que não sejam as melhores pois é considerado um vigilante. Ambiciona salvar tudo e todos, o que, por vezes, faz com que desejasse ser o Número Um.


Number Three

Fonte: popbuzz

Allison Hargreeves é a Terceira. Também conhecida como Rumor, tem a capacidade de, ao dizer “I heard a rumor…”, conseguir fazer com que isso se torne verdade. Por exemplo, se disser “I heard a rumor that I’m famous”, isso torna-a famosa, que é o que ela é: uma das atrizes mais conhecidas pelo público. É divorciada e tem uma filha, Claire, sendo a única Hargreeves que já casou ou que já teve filhos. A proximidade com o seu irmão Luther (Number One) é inegável. A atriz Emmy Raver-Lampman é quem a encarna.

Number Four

Fonte: preview.ph

O número quatro é, nada mais nada menos, que Klaus Hargreeves. Pessoalmente, é a minha personagem preferida. O seu poder fez com que se tivesse de refugiar no mundo das drogas, tentando sempre evitar aquilo que o atormenta. Isto porque Klaus consegue comunicar com os mortos. Sendo algo sombrio, vive com medo constante desta realidade desde pequeno. Contudo, mesmo com toda a escuridão à sua volta, “The Séance” tem a melhor personalidade: é sarcástico, engraçado, prestável, carinhoso e único. Não há uma cena aborrecida quando ele aparece. Bravo, Robert Sheehan!

Number Five

Fonte: Netflix

Aidan Gallagher interpreta Number Five. Mesmo que vos quisesse dizer o seu verdadeiro nome não podia, pois é a única criança que não o tem. Também é o único que ainda é criança. O seu poder de teletransporte acabou por se virar contra si quando desenvolveu a habilidade de viajar no tempo, o que prendeu o seu eu de 60 anos num corpo de dez. A sua verdadeira idade torna-o o mais sábio e astuto, tal como as suas viagens no tempo, que lhe deram uma bagagem gigante de conhecimento que partilha agora com os seus irmãos. “The Boy” é o mais instruído acerca do Apocalipse que advirá, o que faz dele um alvo. Não me irei pronunciar acerca disso, pois há detalhes que só a visualização da série poderá desvendar.

Number Six

Fonte: Seventeen Magazine

O número seis é Ben Hargreeves, uma personagem sobre a qual sabemos muito pouco. O detalhe mais presente é que Ben está, na verdade, morto. Sim. Em 10 episódios, ainda não conseguimos descobrir qual foi a causa da sua morte, mas sabemos que já não está entre nós. “Nós”, por assim dizer, pois continua a estar presente graças a Klaus, com quem consegue falar devido ao poder do mesmo. Assim, os dois irmãos andam sempre juntos, sendo Ben quem chama Klaus à razão. Ben, ou devo dizer “The Horrror”, tem a capacidade de se transformar num monstro feroz, muito útil para combater os mauzões. Apenas se sabe que Ben morreu numa missão. Espero que não esteja fora de questão o seu regresso à vida, pois o pouco que conhecemos dele já nos faz querer conhecer mais. Provavelmente graças ao talento de Justin Min.

Number Seven

Fonte: themarysue.com

Chegámos ao fim da contagem. A sétima filha adotiva de Sir Reginald Hargreeves é Vanya. O seu poder é… Ah, esperem, ela não tem poderes. É comum, não tem nada de especial. Ou pelo menos é isso que nos transmitem no início da temporada. Vanya cresceu a sentir-se excluída, pois não acompanhava os seus irmãos nas missões por não ter nada que fizesse com que se destacasse. A personagem de Ellen Page tem um grande talento, que é tocar violino, não fosse ela conhecida como “The White Violin”. Os próprios irmãos não lhe são muito próximos, uma vez que Vanya escreveu um livro a contar a realidade na mansão, sem poupar quaisquer detalhes.

“The Umbrella Academy” conta com apenas uma temporada, num total de 10 episódios, cuja duração é de mais ou menos uma hora cada um. Felizmente, já foi renovada para a 2ª temporada, ainda que a data ainda não tenha sido divulgada. É certo que os sete jovens de 1989 continuarão a surpreender-nos pela positiva. Dá-lhes uma oportunidade para te cativarem como me cativaram a mim: https://www.youtube.com/watch?v=0DAmWHxeoKw

Fonte: deadline.com

Fotografia fonte “thumbnail”: hype.my

Artigo revisto por Rita Serra

Artigos recentes

A arte para além de uma moldura

A exposição “Genius or Vandal – an unauthorized show” chegou a Portugal no dia 14 de junho à Cordoaria Nacional, em Lisboa, onde estará aberta

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *