Atualidade

Área Metropolitana do Porto quer a Eurovisão no Europarque

A edição de 2018 da Eurovisão vai realizar-se em Portugal, depois da vitória de Salvador Sobral.

O presidente do Conselho Metropolitano do Porto, Emídio Sousa, defendeu hoje que o Europarque, em Santa Maria da Feira, deve ser considerado no processo de escolha do local para a realização do Festival Eurovisão da Canção de 2018.

“A Área Metropolitana do Porto, tendo um equipamento de excelência como o Europarque, localizado em Santa Maria da Feira, poderia vir a receber o festival da Eurovisão. Penso que com uma verba, talvez, inferior a dez milhões de euros, seria possível realizar o evento”, afirmou Emídio Sousa, em declarações à Lusa.

Emídio Sousa, também presidente da Câmara de Santa Maria da Feira, salientou que o Centro de Congressos Europarque, além de reunir as condições necessárias para acolher eventos de grande dimensão, dispõe de “mais de oito mil quartos, fica próximo do aeroporto e das grandes linhas ferroviárias”, num raio de trinta quilómetros.

“É altura de não ficar tudo centralizado em Lisboa. O Meo Arena, em termos de condições de espetáculo, tem excelentes condições, mas em termos de restantes espaços, nós estaremos tão bem ou até melhor do que o Meo Arena”, frisou o autarca. “Faremos chegar à RTP a nossa disponibilidade”, acrescentou.

Na passada terça-feira, o presidente da RTP, Gonçalo Reis, afirmou que a estação pública vai “encontrar condições para fazer a Eurovisão” em 2018 “sem excessos”.

Gonçalo Reis salientou ainda que esta é uma oportunidade não só para Portugal como também para o turismo, para o entretenimento e para a RTP. Para já, está agendada uma reunião com os responsáveis da Eurovisão para 13 de junho.

Sobre os custos do evento, que os media têm apontado como estando entre os trinta e os cinquenta milhões de euros, tendo como referência a realização do mesmo evento em outros países, Gonçalo Reis apontou que há casos em que foi necessário construir pavilhões de raiz, o que não acontece em Portugal, que tem “infraestruturas excelentes”. Gonçalo Reis confirmou que o local do evento ainda não está definido.

Portugal ganhou no passado sábado, pela primeira vez, o Festival Eurovisão da Canção, com “Amar pelos dois”, interpretada por Salvador Sobral, e vai organizar no próximo ano o evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *