Atentado suicida na Nigéria causa dezenas de mortos

30 pessoas morreram e 40 ficaram feridas depois de um atentado suicida no nordeste da Nigéria. Os bombistas suicidas fizeram-se explodir em frente a um centro de retransmissão de futebol. O ataque ainda não foi reivindicado.  

Três bombistas suicidas fizeram-se explodir, no domingo, na aldeia de Konduga, Estado de Borno. O atentado ocorreu no exterior de um centro de retransmissão de futebol, matando e ferindo dezenas de adeptos. “Por agora, nós registámos 30 mortos e mais de 40 feridos”, garantiu o responsável dos serviços de segurança locais, Usman Kachalla, à AFP. 

A falta de instalações médicas e a dificuldade de acesso ao local do atentado impediram os serviços de emergência de prestar assistência imediata. As forças militares cortaram todos os acessos à aldeia até segunda-feira de manhã. “Quando eu e a minha equipa chegamos a Konduga hoje de manhã, o exército impediu-nos de entrar para socorrer as vítimas”, segundo Kachalla. O atraso no socorro das vítimas contribuiu para o aumento do número de mortes e feridos.

O ataque ainda não foi reivindicado, mas suspeita-se de que o grupo Boko Haram seja o responsável. 

O grupo islâmico Boko Haram, criado em 2002, ameaça, desde então, o nordeste da Nigéria com a sua abordagem radical e ataques frequentes que já causaram milhares de mortos e deslocados. Em 2015, o Boko Haram afiliou-se ao autoproclamado Estado Islâmico. O ataque de domingo ocorreu uma semana após o Presidente nigeriano ter prometido melhorar a segurança no país. 

Artigo revisto por: Andreia Jesus

Artigos recentes

A arte para além de uma moldura

A exposição “Genius or Vandal – an unauthorized show” chegou a Portugal no dia 14 de junho à Cordoaria Nacional, em Lisboa, onde estará aberta

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *