Atualidade,  Informação

“El Chapo”, o maior narcotraficante do México, foi capturado…outra vez

O anúncio da detenção foi feito pelo Presidente do México na rede social Twitter. “Apanhámo-lo”, escreveu Enrique Peña Nieto. Um dos maiores narcotraficantes do mundo andava fugido das autoridades mexicanas desde julho do ano passado, altura em que escapou da prisão onde se encontrava detido.

Joaquín Guzmán Loera, mais conhecido por “El Chapo” foi novamente detido pelas autoridades mexicanas. Considerado “o mais icónico traficante de droga dos tempos modernos” e líder de um dos mais poderosos quartéis de droga mexicanos estava desaparecido há 6 meses depois de, através de um túnel com mais de um quilómetro, ter escapado da prisão.

Numa operação montada ao pormenor pela Marinha e pela Polícia Federal daquele país da América Central, foram mortas cinco pessoas e outras seis foram detidas. “Missão cumprida: temo-lo”, lê-se na publicação no Twitter do presidente mexicano. “Quero informar os mexicanos que Joaquín Guzmán Loera foi detido”.

Depois de 8 anos de prisão, entre 1993 e 2001, “El Chapo” escapou pela primeira vez da prisão de Puente Grande, com a ajuda de guardas prisionais. Em 13 anos de fuga tornou-se no narcotraficante mais poderoso do mundo, arrecando milhões de dólares através da rede que o próprio montou de produção e distribuição de droga. Da América à Ásia, passando pela Europa e Oceania, Joaquin Guzmán moveu as suas influências, alastrando a sua rede um pouco por todo o mundo que lhe valeu o estatuto de uma das pessoas mais influentes do mundo, pela revista Forbes, à frente dos presidentes francês e venezuelano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *