Empate com sabor a vitória

A seleção portuguesa de futebol empatou frente à Itália num jogo a contar para a nova competição de seleções da UEFA: a Liga das Nações.

Depois de duas vitórias no grupo, bastava um empate a Portugal em solo italiano para garantir a passagem à Final Four. Para esta partida, Fernando Santos fez algumas mudanças no onze inicial. Destaque para as entradas de José Fonte e Bruma, que substituíram Pepe e Rafa, respetivamente. Em relação à Itália só a vitória interessava nesta partida.

Não foi preciso esperar muito tempo para perceber que os italianos iam pegar no jogo e encostar Portugal às cordas. Logo aos cinco minutos da primeira parte, a Itália criou a sua primeira oportunidade de golo. Insigne recebeu a bola e num grande remate fora de área obrigou o guardião da baliza portuguesa a uma grande defesa. A primeira parte ficou marcada pelo domínio azzuri, mas, tirando o remate de Insigne, a Itália não conseguiu criar mais oportunidades de golo.

Defesa de Rui Patrício depois de um grande remate de Insigne

Na segunda metade do encontro, Portugal entrou melhor e foi crescendo no jogo. Fernando Santos aproveitou para ajustar algumas posições no campo. Acabou por dar frutos, uma vez que a Itália começou a ter mais dificuldades em chegar com perigo à zona defensiva da Seleção das Quinas. A entrada de João Mário no jogo também permitiu à seleção portuguesa ter mais bola.

A grande oportunidade do encontro para Portugal acabou por pertencer a William Carvalho. O médio do Real Betis esteve muito perto de inaugurar o marcador com um remate forte à entrada da área italiana, mas Gianluigi Donnarumma, com uma defesa formidável, conseguiu estragar a festa.  Até ao final, nenhuma das equipas criou mais oportunidades de golo e o jogo acabou mesmo empatado.

Este empate acabou por ser festejado como uma vitória por parte dos jogadores portugueses, uma vez que garantiram a passagem à próxima fase da competição. A Itália como não conseguiu os três pontos e tem que se contentar com o segundo lugar do grupo que garante a manutenção na primeira divisão.

Para além de ter garantido a passagem à Final Four, Portugal também recebeu a confirmação, da parte da UEFA, de que será o país organizador da fase final da competição. A Final Four realiza-se entre 5 e 9 de junho de 2019, no Porto e Guimarães. Portugal vai conhecer o seu adversário no sorteio que se realiza a 3 de dezembro, em Dublin.

 

Artigo revisto por Gonçalo Taborda

 

Artigos recentes

Um adeus a Luis Sepúlveda

Um mês depois da sua morte devido à covid-19, Luis é ainda relembrado – com uma história de vida incrível, certamente memorável para muitos. Escritor,

Ler mais »

Problemas maiores, Carlos?

Claro que eu não discordo totalmente do ponto fulcral. Há problemas maiores. Haver pessoas a morrer é pior do que eu não ter conseguido celebrar

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *