Estados Unidos preparados para atacar a Síria novamente

A embaixadora americana da ONU confessou que os Estados Unidos poderão atacar novamente a Síria, caso seja necessário.

Após o ataque de mísseis ordenado pelo presidente dos Estados Unidos, a embaixadora dos EUA, Nikki Haley, numa reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU, não descarta a possibilidade de se suceder outro ataque . “Estamos prontos para fazer mais, mas esperemos que não seja necessário”, afirmou.

O ataque americano da passada sexta-feira ocorreu na base aérea das forças sírias, em Homs, e pretendia destruir o arsenal do exército de Bashar al-Assad, como consequência do ataque do seu governo com armas químicas, que matou mais de oitenta civis, incluindo dezenas de crianças, na passada quarta-feira.

No entanto, o regime sírio já negou qualquer envolvimento face ao ataque de quarta-feira na região noroeste do país, qualificando o ataque americano como um “ato idiota e irresponsável”.

A opinião sobre o ataque americano divide o mundo geopoliticamente: a Rússia apoia Assad, uma vez que é sua aliada, sendo já indiretamente acusada pelo Pentágono de auxílio militar, enquanto os principais líderes europeus, Hollande e Merkel, apoiam a decisão dos americanos.

A Rússia carateriza o ataque americano como uma “violação flagrante da lei internacional e um ato de agressão”.

É de relembrar que esta ação militar americana é a primeira contra o regime de Bashar al-Assad em seis anos de guerra.

Artigos recentes

The (not so) Good Place

Estás à procura de uma série curta e divertida para fazer binge-watching durante a quarentena? The Good Place pode ser a melhor opção. Esta série

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *