Exposições do MAAT

Arte, Arquitetura e Tecnologia. Foi nos dias 4, 5 e 6 de outubro que o MAAT celebrou o seu 3º aniversário. Foram dias de atividades únicas e gratuitas. Desde oficinas a performances, passando por concertos de jazz e lançamentos de livros. Parte destas atividades foram exclusivas da celebração, mas muitas outras continuam. Não precisa de ir a correr, elas estão disponíveis até 2020!

Fonte: Joana Melo
Fonte: Joana Melo

É nesta agenda de outubro que o MAAT nos oferece uma nova visão acerca do mundo através de vídeos, jogos, desenhos, fotografias, esculturas e instalações. PLAYMODE é a primeira exposição a visitar no nosso roteiro. Encontra-se no MAAT e conta com a participação de trinta artistas. É um local onde o público pode interagir e divertir-se, ao mesmo tempo que aprende e reflete. Desde jogos da macaca a mesas de ping-pong a rodear um pequeno lago, esta exposição pretende ser uma evasão à realidade, uma crítica à brincadeira e às suas técnicas e um momento de reflexão acerca da “ludificação que as sociedades de hoje atravessam”.

Fonte: Joana Melo

Continuando o percurso, chegamos à Galeria Oval. Aqui, Angela Bulloch convida-nos a percorrer um espaço de luz, som, formas e animação. Somos deparados com avatares e dispositivos de realidade virtual. Nesta exposição não há uma interação tão pessoal e direta como na anterior, mas há uma proposta de integração de novas tecnologias digitais, não na nossa vida, onde já estão bem presentes, mas sim na arte. O trabalho exposto conta ainda com obras como “stacked comuns” e “wall paintings”. Um local de inovação artística e, para quem gosta de uma boa fotografia, um local que irá, certamente, render em publicações nas redes sociais.

Fonte: Joana Melo

Fora do MAAT, na Central um e dois, seguimos para uma exposição bem distinta das anteriores. Pertence à Trienal de Lisboa e chama-se Economy of Means. A exposição visa a exploração dos limites da arquitetura e a sua própria definição. Num espaço amplo, somos bombardeados com projetos arquitetónicos com diferentes formas e estruturas, grandes e pequenos, no chão e no teto. São-nos apresentadas “formas inovadoras que guiam os autores rumo a soluções mais responsáveis, éticas e sustentáveis”. Uma exposição que, além de visual, pede o nosso envolvimento e atenção. Um dos aspetos cativantes são os binóculos que se encontram pendurados no meio de uma das salas, que nos permitem ver cada projeto ao pormenor (ex.: os projetos da imagem ao lado).

Se quiser realizar esta visita, eis os conselhos que deixo:

  1. Levar roupa confortável e descontraída.
  2. Ir com tempo, pois há mais atividades que não foram referidas, o chamado “elemento surpresa”.
  3. Pedir as folhas de sala. Estas vão ajudá-lo/a a perceber mais acerca da exposição.
  4. Ler as placas que se encontram ao lado das obras. Muitas vezes achamos que sabemos tudo mas as informações estão lá por alguma razão. Leia e perceba o conceito por detrás da peça.
  5. Nunca desvalorize uma peça. Por mais irrelevante que possa parecer, há sempre um propósito. Devemos ir sempre a um museu com a mente aberta.
  6. Leve água e comida, uma pausa à beira rio sabe sempre bem.

Acerca das exposições:

PLAYMODE 11 set – 17 fev

Angela Bulloch 04 out – 20 abr

Economy of Means 04 out – 13 jan

Além destas, existem mais quatro exposições a decorrer.

Já os bilhetes são gratuitos para crianças e jovens até aos 18 anos, membros MAAT e público em geral no 1º domingo de cada mês.

Para mais informações pode consultar o site https://www.maat.pt/pt

Artigo revisto por Vitória Monteiro

Artigos recentes

Crítica a The Politician

A descrição “comédia dramática” nunca havia sido tão bem aplicada antes. The Politician, uma das mais recentes apostas da Netflix, traz fortes emoções, para além

Ler mais »

te·sou·ro

(latim thesaurus, -i) substantivo masculino 1. Grande quantidade de ouro, prata, coisas preciosas, posta em reserva. 2. Lugar onde se guardam esses objetos (tipicamente escondido)

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *