Garagem Sul – Arquitetura no CCB

Fonte: CCB

A Garagem Sul do CCB recebe, entre os dias 19 de fevereiro a 26 de maio, as exposições “A Universidade Está no Ar: Difundir a Arquitetura Moderna/Reino Unido 1975-1982”, organizada pelo Canadian Centre for Architecture (CCA), com curadoria de Joaquim Moreno e “Construções em Movimento: Filmes do Arquivo de Arquitetura do GTA/ETH de Zurique”, com curadoria de Andreas Kalpakci, Jacqueline Maurer e Daniela Ortiz dos Santos.

Fonte: CCB

As duas exposições apresentam a arquitetura como um veículo de informação e não apenas como o seu produto final. Podemos explorar um caso real da arquitetura a ser usada como educação em massa e entender como os arquitetos são criadores de conteúdos e preservam a história da sua profissão.

A exposição A Universidade Está no Ar: Difundir a Arquitetura Moderna/Reino Unido 1975-1982”, organizada pelo Centro Canadiano de Arquitetura (CCA), explora “A305: História da Arquitetura e do Design, 1890-1939”, um curso de arte em formato telescola, lançado, pela primeira vez, em 1975, escrito e produzido pela The Open University, em Milton Keynes no Reino Unido.

Este projeto demonstrou como a educação em massa pode ser aliada aos meios de comunicação em massa, chegando assim a milhares de pessoas, transmitindo conteúdos sobre arquitetura moderna. Podemos aprender como os meios de comunicação, principalmente a televisão e a rádio, podem ser usados com propósitos educacionais e como veículos de conhecimento.  A Universidade Aberta permitia que as pessoas pudessem aprender mais sobre a área da arquitetura e cada aluno podia completar o curso sem ter de se deslocar a um local de estudo. Na exposição podemos observar, ver e ouvir vários materiais usados para o curso e trabalhos realizados pelos alunos do mesmo. Este é um caso pioneiro deste tipo de ensino que hoje temos, massivamente, em cursos online, feitos por pessoas em todo o mundo.

Como o curso era difundido para todo o Reino Unido, os conteúdos eram relacionados com o quotidiano, para que todos conseguissem percebê-los melhor, e isso pode ser visto nas várias divisões da exposição.

Fonte: CCB

A exposição “Construções em Movimento: Filmes do Arquivo de Arquitetura do gta/ETH de Zurique” mostra como a arquitetura pode expressar-se através dos seus arquivos. Para além dos típicos desenhos e documentos, estes arquivos têm também vídeos produzidos e colecionados por arquitetos ao longo dos anos. Na exposição, os visitantes podem ver 15 filmes, produzidos ao longo do século XX, exibidos no âmbito das comemorações do 50º aniversário do Instituto GTA (Instituto de História e Teoria da Arquitetura) em 2017. Estes contêm variados tipos de conteúdos, desde entrevistas, conferências e até projetos de construção.

Assim, podemos ver o papel dos arquitetos como produtores de imagem e informação, como colecionadores e produtores de arquivos. A exposição pretende dar uma maior ênfase aos filmes das coleções de arquitetura, que muitas vezes estão ausentes da criação da história da área.

Fonte: CCB

As exposições demonstram a união que existe entre a arte, a cultura e a arquitetura, oferecendo aos seus visitantes experiências interativas e exemplos reais do poder do ensino em massa e da preservação de arquivos para a criação de história.

A Garagem Sul é um espaço do Centro Cultural de Belém que tem como objetivo apresentar o papel da arquitetura nas sociedades e a sua importância, através de um programa de exposições, conferências, debates e edições variadas. 

Artigo revisto por: Beatriz Pardal

Artigos recentes

A arte para além de uma moldura

A exposição “Genius or Vandal – an unauthorized show” chegou a Portugal no dia 14 de junho à Cordoaria Nacional, em Lisboa, onde estará aberta

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *