Atualidade

Governante britânico espera que o brexit não afete as relações com Portugal

O governo britânico quer um acordo para proteger os direitos dos europeus no país e continuar a ter boas relações com Portugal.

O ministro do Trabalho, Damian Green, reforçou o desejo de chegar a um acordo para proteger os direitos dos cidadãos europeus que residem no Reino Unido, nomeadamente sobre as pensões de reforma.

“Nós dissemos que queremos que as pessoas que já cá estão mantenham os seus direitos, tal como o queremos para os cidadãos britânicos que vivem noutros países na UE”, declarou.

Atualmente, residem cerca de 400 mil portugueses no Reino Unido, mas 150 mil registaram-se pela primeira vez na segurança social nos últimos cinco anos.

O dirigente espera que o brexit não afete as relações diplomáticas do seu país com Portugal: “Obviamente que temos muito boas relações e sempre tivemos, há séculos, com Portugal e queremos manter os nossos velhos amigos. Mas não são apenas os velhos aliados como Portugal, são outros também. Nós pensamos que há uma lógica enorme em chegar a um fim positivo destas negociações”.

Foi entregue hoje, em Bruxelas, a carta que formaliza a ativação do artigo 50.º do Tratado de Lisboa que concretiza o processo de saída da União Europeia, ditada pelo referendo de junho do ano passado.

O tratado europeu determina que as duas partes têm agora dois anos para chegar a um acordo que contemple os termos da separação e as suas implicações políticas, jurídicas, económicas e financeiras.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *