Atualidade,  Informação

Lisboa acolhe Web Summit nos próximos três anos

É oficial. A cidade de Lisboa vai acolher as edições de 2016, 2017 e 2018 do Web Summit, uma das mais importantes conferências de tecnologia e empreendedorismo da Europa. O evento deixa assim a cidade de Dublin, que o recebeu desde o seu início, em 2010.

O anúncio do acordo foi feito esta quarta-feira em Lisboa, numa cerimónia que contou com a presença do vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, e do presidente-executivo do evento, Paddy Cosgrave.
Cosgrave considera que a mudança para Lisboa vai dar ao Web Summit “a oportunidade para crescer” e num texto publicado no blogue oficial do evento mostrou-se “entusiasmado” por poder anunciar a capital portuguesa como a próxima anfitriã do mesmo.

Paulo Portas disse que são esperadas cerca de 40 mil pessoas em Lisboa na edição de 2016 e que o acordo pode estender-se por mais dois anos, até 2020.

A candidatura à edição de 2016 foi anunciada em Agosto pelo vice-primeiro-ministro e em Setembro foi mesmo criado um movimento que tinha como objectivo convencer a organização a escolher Lisboa como palco do evento – “Let’s bring the Web Summit 2016 to Lisbon”. Apenas alguns dias depois foi anunciado que a decisão iria recair sobre uma de duas cidades: Lisboa e Amesterdão.

As conferências realizar-se-ão no MEO Arena e na FIL (Feira Internacional de Lisboa) e se os preços forem semelhantes às edições anteriores os bilhetes para o público podem variar entre os 500€ e os 5000€.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *