Made In ESCS

O E2 mostrou os dois lados da televisão

A conferência “Do outro lado da Televisão”, organizada pelo núcleo televisivo da ESCS (Escola Superior de Comunicação Social), o E2, realizou-se no passado dia 27 de Maio, por volta das 16h30, e contou com personalidades de renome da televisão portuguesa. Os nomes de cartaz foram Pedro Fernandes, apresentador do programa “5 Para a Meia Noite” na RTP1, Gabriela Sobral, directora de produção e coordenação de projetos da SIC, e Filomena Cautela, actriz e apresentadora do programa “Agora” na RTP2. Esta conversa informal entre os convidados teve como âmbito demonstrar o panorama actual da televisão portuguesa, conjugando as várias visões retratadas.

2
Esteve presente Jorge Veríssimo, presidente da ESCS, que reconheceu o valor da iniciativa.

Antes do início da conferência falou o Professor Jorge Veríssimo, agradecendo pela iniciativa em nome da ESCS e felicitando todo o trabalho por parte da equipa do E2, que conseguiu realizar este projecto, que é o primeiro do género na área da televisão. Assim começou a conversa informal por parte dos envolvidos, conversa esta que teve a moderação do aluno Guilherme Carvalho, que introduziu os convidados que se apresentaram posteriormente.

1
O “escsiano” Guilherme Carvalho foi o moderador do debate entre os convidados.

Um dos tópicos mais discutidos foi o futuro da própria televisão e do aparecimento de outras alternativas e plataformas, como o Netflix, que vieram revolucionar os conteúdos televisivos e o trabalho dos produtores, como referiu Gabriela Sobral. Foram abordados temas como o consumo dos portugueses em termos de conteúdos televisivos, a diferença entre gerações de telespectadores e os programas que as marcaram, como o caso da série “Morangos com Açúcar”, cujo elenco contava com a participação de Filomena Cautela.

3
Gabriela Sobral (à esquerda), Filomena Cautela (no centro) e Pedro Fernandes (à direita) foram os convidados deste debate aberto.

Todos os convidados concordaram que em Portugal havia conteúdo televisivo de qualidade, reconhecido a nível internacional, e que muitos programas foram “fábricas” de artistas, que hoje são caras reconhecidas pelos portugueses. Foi reconhecida a responsabilidade dos canais generalistas, por terem de apresentar formatos de sucesso reconhecido além-fronteiras, seguindo o exemplo de programas como o “Ídolos” ou o “Factor X”. Foi novamente referido o impacto das redes sociais e de outras plataformas que se podem aliar à televisão, em que Pedro Fernandes e Filomena Cautela mencionaram alguns dos seus posts no Facebook e o envolvimento que têm com os seus seguidores.

De seguida houve espaço para algumas perguntas aos convidados, feitas pelos alunos da ESCS através das redes sociais. Foi questionado o que era necessário para estar na televisão, a influência de programas de humor e o que programas como o “5 Para a Meia-Noite”, que já se encontram no ar há algum tempo, têm de inovar, às quais os diferentes convidados responderam, partilhando opiniões por vezes divergentes mas que se complementavam.

Depois, o público a assistir teve também a oportunidade de questionar os convidados, período onde foi colocada uma questão que gerou alguma discussão, relativamente à influência que a televisão tem no país. Filomena Cautela destacou-se na resposta a esta questão, referindo que são as próprias audiências que efectivamente decidem o que passa na televisão, visto que elas têm esse papel e podem manifestar-se se não concordam com o conteúdo televisivo exibido.

4
Do futuro da televisão portuguesa ao trabalho necessário antes de cada programa, foram diversos os temas abordados.

Após estas questões finais foi altura então de encerrar o debate, concluindo uma sessão que atraiu vários “escsianos”, curiosos mas também motivados a fazer parte do mundo televisivo. O E2 conseguiu realizar esta iniciativa, demonstrando um pouco de tudo o que ocorre do outro lado da televisão e demonstrando a importância deste meio no nosso país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *