Sem Categoria

Marcelo Rebelo de Sousa já é o Presidente de todos os portugueses

9 de março. Foi este o dia escolhido para o 20.º Presidente da República Portuguesa tomar posse. Marcelo Rebelo de Sousa, eleito no passado dia 24 de janeiro, deixa o cargo de professor na Faculdade de Direito de Lisboa e é agora o Presidente de todos os portugueses.
O dia começou cedo para o Presidente da República eleito. Pelas dez horas Marcelo Rebelo de Sousa, eleito em janeiro passado, chegou a pé e pouco depois entrou na sala principal da Assembleia da República, para a tomada de posse. Ao seu lado estiveram, durante toda a cerimónia, o Presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, e o agora ex-presidente da República, Aníbal Cavaco Silva. Nas cerca de 600 figuras presentes, vários foram os ex-presidentes que marcaram presença, como Ramalho Eanes e Jorge Sampaio, e chefes de Estado provenientes de outros países, como o Rei de Espanha, Filipe VI, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e Filipe Nyusi, Presidente de Moçambique.

Depois de jurar cumprir a Constituição original de 1976, Marcelo discursou durante cerca de meia hora, destacando a importância dos próximos cinco anos para “a busca de unidade, de pacificação, de reforçada coesão nacional” dentro e fora das fronteiras.

As palavras foram aplaudidas de pé por todo o Parlamento, à exceção de PCP, BE e PEV.

Cavaco Silva não foi esquecido no discurso: Marcelo deixou uma palavra de “gratidão” ao ex-presidente que governou durante 10 anos, condecorando-o ao fim do dia com o Grande Colar da Ordem da Liberdade no Palácio da Ajuda.

As cerimónias deslocaram-se depois para o Mosteiro dos Jerónimos, onde Marcelo colocou uma coroa de flores junto dos túmulos de Camões e de Vasco da Gama. No Palácio de Belém, o Presidente foi recebido pela comitiva da Guarda Nacional Republicana. O almoço reuniu 24 convidados à mesa.

A tarde ficou marcada por uma cerimónia ecuménica na Mesquita de Lisboa, uma tentativa de entendimento entre religiões e culturas.

No resumo deste dia houve ainda lugar para um concerto na Praça do Município que contou com a presença de várias figuras da música portuguesa, entre elas Mariza, HMB, Paulo de Carvalho e Anselmo Ralph.

Marcelo Rebelo de Sousa muda-se agora para Belém, deixando para trás a cadeira de professor de direito constitucional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *