Capital

O Bairro em expansão

“Sou eu quem faz todos os trabalhos artísticos em tela que estão expostos na loja”,  afirmou Alexandra Ferreira, para surpresa de quem a ouvia. A responsável pelo espaço Bairro Arte – um estabelecimento com uma linha de produtos definida pela originalidade – nunca pensou que o projeto se desenvolvesse de uma forma tão positiva. No entanto, acaba de inaugurar a sua quarta loja e, desta vez, na rua principal do LX Factory.

O ambiente é de comemoração e descontração. Pela sala circulam várias pessoas de taça de champagne na mão, comentando o novo espaço (inesperadamente maior do que os anteriores) e os mais recentes produtos expostos (desde cremes hidratantes que preenchem shakers até lip glosses em forma de botão). Alexandra, com um sorriso convidativo, explica: “A minha loja destaca-se essencialmente pela facilidade que as pessoas têm em encontrar artigos diferentes. O presente ideal, mesmo para homem, pode ser descoberto aqui e a preços acessíveis.”

Inicialmente, a produção artística deste projeto estava inteiramente ao encargo de Alexandra. Na altura, existia apenas a loja do Bairro Alto – que deu o nome à empresa – constituída por duas salas que existem até hoje. A artista utilizava uma das áreas para produzir os seus quadros e outra para os vender. Atualmente, as duas salas têm produtos expostos. No entanto, Alexandra arranjou maneira de trazer para o presente o passado do seu negócio. “Quase ninguém sabe, mas a figura preta que aparece no logótipo da empresa diz respeito à chaminé que existia na primeira casa”, confessa.

Todo o conceito da loja está muito focado na concepção americana. Os produtos são escolhidos ao pormenor dentro do estilo, mas, como explica Alexandra, “tendo sempre em conta a atualidade. A onda vintage agora está na moda, mas pode não estar daqui por uns tempos.” Acaba por ser como as pessoas que entram e saem da loja a todo o momento. O dia ainda não acabou e mais gente passará pela Rua Rodrigues Faria, em Alcântara, para espreitar as novidades.

Fotografia: Raquel Rebelo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *