Capital,  Secções

“Onde a terra acaba e o mar começa”

Qual o melhor dia para ligar o modo turista? O domingo. Originalmente o mais desleixado e descontraído, também disponível para um passeio. Elegemos a costa de Cascais como um dos melhores passeios de domingo, seja em família, com amigos ou com o namorado ou a namorada.

Para primeira paragem escolhemos a Boca do Inferno, ponto turístico situado na costa oeste Cascaense de onde vem o seu nome a título da violência com que o mar destrói o território terrestre.

imagem-1

imagem-2

Segue-se a Casa da Guia, local de referência desde 1895: é um espaço de lazer que inclui restauração e pequeno comércio. Sugerimos o Bistrô na Guia, conhecido pelos seus crepes inigualáveis como pretexto de recarregar baterias para seguir viagem. Com preços muito acessíveis e abertos desde o início da manhã até ao final da noite, com esplanada e vista para o mar. Tem um custo médio de 25€ para duas pessoas.

imagem-3

Pela mesma estrada chegamos ao Guincho onde dunas, rochas e mar se fundem numa paisagem relaxada. Aqui é possível alugar uma bicicleta, mais conhecida por Bica, e percorrer a ciclovia, sentar-se a beber um café ou simplesmente apreciar as ondas na praia pequena da Cresmina, ponto de encontro de inúmeras auto caravanas, em busca do pôr do Sol perfeito, que sem dúvida o é. As Bicas podem ser alugadas em três pontos de Cascais: Guia, Ecocabana ou Largo da Estação de Cascais. Nestes pontos encontram um quiosque onde podem proceder ao aluguer das Bicas, sendo apenas necessária a apresentação do documento de identificação. O custo é variável.

imagem-4

imagem-5

Em último e não menos importante, terminamos o dia no cabo da Roca, conhecido por ser o ponto mais Ocidental da Europa – “Onde a terra acaba e o mar começa”, como disse um dia Camões. Assistimos aqui ao cair da noite e a carregamos energia para a semana que aí vem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *