Atualidade,  Informação

“Piloto” entrega-se às autoridades

O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira, Pedro João Dias, entregou-se esta terça-feira, às autoridades, depois de quase um mês em fuga.

Pedro Dias era, até esta terça-feira, um dos homens mais procurados do país. Depois de quatro semanas em fuga e de, na quinta-feira passada, o Ministério Público da Guarda ter divulgado que emitiu um mandado de detenção europeu, o suspeito acabou por se entregar às autoridades em Arouca, na noite de terça feira.

É o principal suspeito de ter matado duas pessoas em Aguiar da Beira, uma delas, um militar da GNR, e de ter ferido outras duas.

Pedro Dias, conhecido como “Piloto”, alega que tudo começou com um mal-entendido na madrugada de 11 de outubro e que esse momento acabou por despoletar tudo o resto. Segundo a RTP, que mostrou a detenção do alegado homicida em direto, Pedro Dias diz estar “inocente” e que não cometeu nenhum dos crimes de que está indiciado, acrescentando que o elemento da GNR que o abordou é o único a saber explicar o que aconteceu.

A GNR e a Polícia Judiciária mantiveram operações de busca em várias localidades dos concelhos de Arouca, São Pedro do Sul e Vila Real, mas sem sucesso.

A irmã e os três advogados que o vão representar estavam no local onde Pedro Dias se entregou, seguindo de imediato para as instalações da Polícia Judiciária da Guarda.

O homem já teria sido avistado na zona de S. Pedro do Sul, distrito de Viseu, em Arouca, distrito de Aveiro, de onde é natural, em Vila Real e, mais recentemente, na Galiza, em Espanha.

O suspeito deverá ser presente a um juiz de instrução criminal nas próximas 48 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *