Primeiro-ministro do Líbano demite-se depois de duas semanas de protestos

Saad Hariri, primeiro-ministro do Líbano, demitiu-se hoje devido à onda de contestação que tem invadido o país, segundo a notícia avançada pelo “El país”.

Fonte: © Reuters

O povo saiu à rua em protesto contra o aumento dos impostos, que incluía a criação de uma taxa pela utilização do Whatsapp, e contra a corrupção no país. Os protestos levaram ao encerramento de bancos, escolas e universidades. As manifestações foram ouvidas e o primeiro-ministro decidiu demitir-se. “”Vou-me deslocar ao Palácio Baabda para apresentar a demissão do Governo em resposta aos muitos libaneses que saíram para as ruas”, disse Saad Hariri em declarações a uma televisão.

            O Líbano está a passar por uma profunda crise. A dívida do país ultrapassa os 70 mil milhões de euros, ou seja, cerca de 150% do PIB do país. Segundo o Banco Mundial, cerca de 25% da população vive na pobreza.

Artigo revisto por Catarina Cravinho Gramaço

Artigos recentes

Crítica a The Politician

A descrição “comédia dramática” nunca havia sido tão bem aplicada antes. The Politician, uma das mais recentes apostas da Netflix, traz fortes emoções, para além

Ler mais »

te·sou·ro

(latim thesaurus, -i) substantivo masculino 1. Grande quantidade de ouro, prata, coisas preciosas, posta em reserva. 2. Lugar onde se guardam esses objetos (tipicamente escondido)

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *