Atualidade,  Informação

PS conquista, de novo, os Açores

O PS saiu, este domingo, novamente vencedor das eleições regionais dos Açores com nova maioria absoluta.

O Partido Socialista, agora liderado por Vasco Cordeiro, já governa a Região Autónoma desde 1996 e desta vez não foi exceção. No domingo, dia 16 de outubro, decorreram eleições regionais nos Açores as quais foram ganhas pelo Partido Socialista que, com uma maioria absoluta, conseguiu eleger 30 deputados do total de 57 parlamentares da Assembleia Legislativa Regional. Já o PSD elegeu 19 deputados, seguidos do CDS-PP com 4, o Bloco de Esquerda com 2 e o PCP-PEV e o PPM apenas com 1 deputado.

E como funcionam as eleições nesta Região Autónoma? Bem, é repartida pelo número de habitantes de cada ilha, sendo que São Miguel é o círculo que elege mais deputados (20), seguindo-se da Terceira (10), do Pico e do Faial (4), Flores, Graciosa, Santa Maria e São Jorge (3). O menor círculo é o da ilha do Corvo com um universo de 334 eleitores e que elege dois deputados.

Apesar da vitória significativa, o Partido Socialista perdeu 2% dos votos em relação às anteriores eleições de 2012, sendo que a maior vencedora foi, na verdade, a abstenção que atingiu os 59,16%, um recorde nas eleições regionais nos Açores.

Em termos individuais e locais, pôde-se assistir a uma vitória do PS nas ilhas da Graciosa, Terceira, Santa Maria e São Miguel, a uma vitória do Partido Popular Monárquico na ilha do Corvo e, finalmente, a empates em termos de mandatos entre o PS, o PSD e o BE nas ilhas do Faial, Pico, São Jorge e Flores.

O que mais chocou o país foi mesmo os elevados resultados da abstenção que bateu o recorde de 2008 que contava com 53,34% de abstenções. Em 228 mil eleitores inscritos, 134,971 acabaram por se abster da ida às urnas. Jerónimo de Sousa referiu-se a estes resultados significativos como uma “prova de descrença” por parte dos açorianos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *