Remodelação Governamental. Novos Ministros tomam posse na segunda-feira

Marcelo Rebelo de Sousa anunciou que dará posse aos novos ministros no início da tarde de segunda-feira, em resultado da sétima remodelação do XXI Governo Constitucional. A escolha do ainda ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, para cabeça de lista do Partido Socialista às eleições europeias ditou as mudanças no governo de António Costa.

O primeiro-ministro frisou que existe “um princípio claro” de que quem for candidato a estas eleições deve sair do Governo para “não haver confusões” entre qualquer papel. Quanto à escolha de Pedro Marques para encabeçar a lista das europeias, Costa diz que o ainda ministro “ajudou a transformar o país”.

A única certeza até ao momento é a da saída de Pedro Marques do executivo, após a oficialização como “número um” da lista para as europeias. Pedro Nuno Santos, atual secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, é apontado como o sucessor da pasta do Planeamento e Infraestruturas.

Maria Manuel Leitão Marques também deve estar de saída do atual Governo. A ministra da Presidência e Modernização Administrativa deve ser substituída por Mariana Vieira da Silva, que pode acumular com os Assuntos Parlamentares.

É ainda dada como certa a subida de Nelson Souza a ministro: o secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão ficará com os Fundos Comunitários.

Na mais recente declaração pública de Marcelo Rebelo de Sousa, em resposta a perguntas de jornalistas, o Presidente da República diz não ter ainda qualquer comunicação formal a propósito das alterações no Governo.

A remodelação obrigou Marcelo Rebelo de Sousa a anular a agenda prevista para o norte do país na manhã de segunda-feira.

Artigo revisto por Mariana Coelho

Artigos recentes

Um adeus a Luis Sepúlveda

Um mês depois da sua morte devido à covid-19, Luis é ainda relembrado – com uma história de vida incrível, certamente memorável para muitos. Escritor,

Ler mais »

Problemas maiores, Carlos?

Claro que eu não discordo totalmente do ponto fulcral. Há problemas maiores. Haver pessoas a morrer é pior do que eu não ter conseguido celebrar

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *