Restaurantes de comer, poupar e chorar por mais

Lisboa é uma cidade cada vez mais na moda – isso é certo. Com cada vez mais moradores, nomeadamente, estudantes universitários – que se deslocam da periferia para a capital para estudar –, a procura por restaurantes e sítios baratos onde comer é, também, cada vez maior. Por isso mesmo, decidimos fazer uma compilação de restaurantes, para todos os gostos, onde poderás comer por bem menos do que 15 euros (e desta forma não terás de chatear os teus pais com um aumento na mesada).

Frankie

Com vontade de um hot-dog? Pois bem: as roulottes de rua já têm uma alternativa. Por menos de 7 euros poderá deliciar-te com qualquer um dos hot-dogs gourmet que o Frankie nos apresenta. Trata-se de verdadeiras reinvenções ao cachorro quente habitual. Com opções vegetarianas, sobremesas deliciosas e esplanada, este é um dos restaurantes já muito conhecidos pelos estudantes lisboetas – as filas na Rua Doutor João Soares são prova disso. O Frankie conta já com dois restaurantes em Lisboa – no Campo Grande, junto à Cidade Universitária, e, mais recentemente, no Saldanha, justamente nas traseiras do IST.

Jardim das Cerejas

[cycloneslider id=”cerejas”]

O Jardim das Cerejas é um verdadeiro tesouro na, já extensa, rede de restaurantes vegetarianos e vegan de Lisboa. E para juntar o útil ao agradável, além de barato (duas pessoas podem almoçar por 15 euros), é um buffet – ou seja, por menos de 8 euros podes comer tudo o que quiseres. Aberto desde 2007, a comida é confecionada de uma maneira especial – como se estivéssemos em casa, bem no centro do Chiado, na Calçada do Sacramento. O facto de ser, ainda, um dos poucos restaurantes que juntam o conceito de buffet ao de vegetariano e vegan, e de ser cada vez maior o número de vegetarianos e vegans, faz com que o Jardim das Cerejas – nome que está intimamente relacionado com a natureza – esteja sempre cheio.

Naturalliving

[cycloneslider id=”natura”]

No coração do Chiado encontramos o Naturalliving – um restaurante para todos os gostos. Comida saudável e tradicional, pratos vegetarianos, buffet – ou à carta – e brunch antes de almoço. Por menos de 10 euros podemos tomar uma refeição ao ar livre em plena Garrett. As saladas são o ex-líbris do Naturalliving, e quem por lá passa fica rendido ao requinte do restaurante-café-lounge.

Hamburgueria do Bairro

A Hamburgueria do Bairro, tal como o Frankie, é já bem conhecido pelos jovens da capital. Com um menu repleto de hambúrgueres para todos os gostos, é a alternativa ideal para os típicos restaurantes de comida rápida do shopping. Além de ingredientes naturais e tradicionais, a carne é preparada também de forma tradicional, seja de vaca – para os amantes de carne vermelha – ou de frango – para os adeptos da carne de aves. Além de barato, há Hamburguerias do Bairro espalhadas por toda a cidade: Príncipe Real, Parque das Nações, Estrada da Luz, São Bento, Restelo e São Sebastião.

Botequim da Graça

O Botequim da Graça – que, como o próprio nome indica, fica na Graça – é a opção certa para levarmos os pais quando nos vêm visitar no fim de semana. Tipicamente português, por cerca de 10 euros por pessoa, podemos deliciar-nos com qualquer petisco do menu. Além da boa comida, o Botequim da Graça está cheio de história: foi fundado em 1968 por Natália Correia, e durante as décadas de 70 e 80 foi um espaço de reunião de intelectuais. Depois da morte da poetisa, encerrou, em 1993. Em 2010, voltou a abrir com novos proprietários. Há noites de poesia e concertos, petiscos, chás e cocktails.

Artigos recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *