Resumo da jornada 26 da Liga NOS: Luta pelo título e pela manutenção continua ao rubro


Mais uma jornada da liga NOS
Fonte: Liga Portugal

A Jornada 26 da Liga NOS teve início com a visita do Santa Clara ao estádio José Alvalade. Os golos só surgiram na segunda parte, aos 59 minutos. A equipa verde e branca aproveitou a desatenção da equipa açoriana, num lançamento de linha lateral, e  Bruno Fernandes serviu Raphinha que abriu o marcador.

Os leões seguem a quarto lugar com 55 pontos, a três do terceiro classificado, Sporting de Braga. Já a equipa de São Miguel encontra-se agora em oitavo, com 32 pontos, estando a equipa açoriana 7 pontos acima da linha de água.

No estádio do Bonfim, o Vitória Futebol Clube recebeu o Sporting Clube de Braga. Os bracarenses chegariam ao golo da vitória ainda na primeira parte ao minuto 34. Murilo, na recarga dum remate ao poste de Dyego Sousa, bateu Makaridze. Ao minuto 66, a equipa setubalense ainda introduziu a bola na baliza, mas o lance foi invalidado por fora de jogo. O VAR acabou por confirmou a decisão. Allef parece estar adentado.

Depois desta vitória, os arsenalistas mantêm o terceiro lugar, agora com 58 pontos. A equipa mantém-se na perseguição aos líderes Benfica e Porto, estando a 5 pontos de ambos. Em contrapartida, o Sporting de Braga leva 3 pontos de vantagem sobre o quarto classificado, Sporting Clube de Portugal. A equipa natural de Setúbal aumentou a sua série de jogos sem vencer no campeonato para 15 partidas consecutivas sem ganhar. Apesar da derrota, a equipa de Sandro Mendes mantém-se na luta pela manutenção, tendo agora os mesmos 25 pontos que o antepenúltimo classificado da Liga NOS.

No Restelo, o Belenenses SAD recebeu no Estádio do Jamor o Portimonense. A equipa de António Folha entrou muito bem na partida, estando já a vencer por 2-0 aos 17 minutos, com golos de Aylton Boa Morte (3’) e Jackson Martinez (17’). No entanto, na segunda parte, a equipa do Restelo voltaria a repetir a proeza de recuperar de uma desvantagem de dois golos. Aos 49 minutos, Licá, com uma excelente finalização, reduziu a desvantagem para apenas um golo. O empate seria confirmado por Jonatan Lucca, ao minuto 67, com um bom remate de longa distância.

Com este empate, a equipa de Lisboa mantém o sétimo lugar, com 38 pontos, mantendo-se assim na luta pelo quinto lugar, que dará acesso às competições europeias. Por sua vez, a equipa de Portimão segue em décimo lugar, em igualdade pontual com o nono classificado, Rio Ave, e oitavo, Santa Clara, todos com 32 pontos, 7 acima da linha de água.

Em Guimarães, o Vitória Sport Clube recebeu e venceu o Boavista por 3-1. Os “vimaranenses” ficaram em vantagem logo ao minuto 7, com um golo de Matheus Oliveira, assistido por Ola John. Os “boavisteiros” ainda restabeleceram a igualdade ao minuto 53, por Falcone, num lance validado pelo VAR. Contudo, o Vitória voltaria rapidamente à vantagem com um golo de Davidson, aos 57. Ao minuto 70, Pedro Henrique, na sequência de uma excelente cabeçada, aumentaria a vantagem “vimaranense” e selaria o resultado final.

O Vitória subiu, graças a esta vitória, ao quinto lugar, estando agora em igualdade pontual com o Moreirense, tendo ambos 42 pontos. Os Algarvios, que têm apenas duas vitórias nos últimos dez jogos, ocupam o décimo lugar a 7 pontos dos lugares de despromoção.

Na “invicta”, o Porto recebeu e venceu o Marítimo por 3-0. O jogo ficaria marcado pela expulsão do jogador do Marítimo, Lucas Africo, logo ao minuto 6, por falta sobre Marega. O lance levou a grandes protestos por parte do banco madeirense.

Quanto ao jogo, o Porto chegaria à vantagem ao minuto 56, num penálti convertido por Alex Telles. A equipa de Sérgio Conceição aumentaria a vantagem ao minuto 72, com um golo do brasileiro Éder Militão, na sequência de um pontapé de canto. Brahimi fecharia a contagem para os dragões, já ao minuto 88. Neste jogo, a equipa madeirense não fez qualquer remate e teve apenas 20% de posse de bola. Mais um jogo sem sofrer golos para os dragões, que tem a melhor defesa do campeonato com apenas 15 golos sofridos.


Roda no final do Porto-Marítimo
Fonte: O JOGO

A equipa azul e branca mantém-se no segundo lugar, em igualdade pontual com o líder Benfica, ambas as equipas contam com 63 pontos. A equipa de Petit mantém o décimo primeiro lugar, apenas dois pontos acima da linha de água.

Na Vila das Aves, o Chaves derrotou a equipa da casa por 1-0. O único golo da partida surgiu da cabeça do central sérvio da equipa flaviense, Nikola Maras. O Desportivo das Aves dispôs de boas oportunidades mas nunca as conseguiu capitalizar.

Uma vitória importante nas aspirações de manutenção da equipa da cidade de Chaves. Após a vitória, a equipa está agora em décimo sétimo lugar, apenas um ponto abaixo da linha de água. Os comandados de Augusto Inácio permanecem na animada luta pela manutenção. Com 26 pontos, o Desportivo das Aves encontra-se em décimo segundo, tendo um ponto de vantagem para as equipas em lugares de despromoção.

Na Madeira, o Nacional foi derrotado pelo Rio Ave por 1-0. O único golo da partida apareceu ao minuto 36, marcado pelo avançado brasileiro, Ronan, que se estreou a marcar pelos vila-condenses. A equipa madeirense até foi superior estatisticamente, mas não conseguiu conquistar pontos nesta partida.

Na sequência da vitória, a equipa de vila do conde, está a meio da tabela, ocupando o nono lugar da classificação, com 7 pontos de vantagem sobre as equipas em lugar de despromoção. Já o Nacional continua na luta pela manutenção. Com 26 pontos, os madeirenses estão em décimo quarto, 1 ponto acima da linha de água.

Em Moreira de Cónegos, o Moreirense recebeu o Benfica, líder do campeonato. A equipa encarnada venceu a partida por 4-0. O primeiro golo do Benfica foi apontado por João Félix ao minuto 37, o lance deixa dúvidas relativamente ao posicionamento do jovem português. Samaris aos 43 e Rafa aos 48 aumentaram a vantagem das águias.


Comemoração do golo de Florentino
Fonte: Correio da Manhã

Florentino Luís estreou-se a marcar na equipa A encarnada e fechou o resultado ao minuto 83.

Após esta vitória folgada, o Benfica mantém melhor ataque da liga, com 73 golos marcados. A equipa de Bruno Lage mantém a liderança do campeonato, em igualdade pontual com o Porto, tendo ambos os rivais 63 pontos. O Moreirense segue na disputa pelo quinto lugar, estando em sexto lugar, com os mesmos pontos do quinto classificado, Vitória Sport Clube.

No fecho da jornada, Tondela e Feirense mediram forças. A equipa da feira adiantou-se no marcador aos 44 minutos, com um golo do central mexicano, Briseno. O Tondela empatou o jogo já perto do fim, por Patrick Fernandes.

Ambas as equipas permanecem em zona de despromoção. O Tondela ocupa o décimo sexto lugar com 25 pontos. Já o Feirense manteve o fosso pontual para a zona de manutenção. Os lanternas vermelhas ocupam o último lugar do campeonato com apenas 15 pontos.

Classificação:

1º- Benfica: 63 pontos

2º- Porto: 63 pontos

3º- Braga: 58 pontos

4º- Sporting: 55 pontos

5º-Vitória SC: 42 pontos

6º- Moreirense: 42 pontos

7º- Belenenses S.A.D: 38 pontos

8º- Santa Clara: 32 pontos

9º-Rio Ave: 32 pontos

10º- Portimonense: 32 pontos

11º- Marítimo: 27 pontos

12º- Aves: 26 pontos

13º- Boavista: 26 pontos

14º- Nacional: 26 pontos

15º- Vitória FC: 25 pontos

16º- Tondela: 25 pontos

17º- Chaves: 24 pontos

18º- Feirense: 15 pontos

Artigo revisto por Rita Asseiceiro

Artigos recentes

Dicionário web-summitês-português

            A páginas tantas do Livro de Desassossego, Fernando Pessoa – ou Bernardo Soares, como preferirem – escreve, a respeito a língua portuguesa, a afirmação

Ler mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *