Atualidade,  Informação

Ronaldo bate mais dois recordes em vitória tranquila de Portugal

A Seleção Nacional de futebol venceu ontem a Seleção de Andorra por uns expressivos 6-0. Mas se o resultado não foi surpreendente, então Cristiano Ronaldo tratou de animar o jogo: mais dois recordes batidos.

A Seleção Portuguesa de futebol derrotou ontem, de forma tranquila, a sua congénere andorrana, num jogo marcado pelo resultado expressivo – seis bolas a zero -, mas principalmente por (mais) dois recordes batidos pelo capitão português, Cristiano Ronaldo.
Criticado pelo início de época menos fugaz, o jogador do Real Madrid começou desde cedo a abrir caminho a mais uma vitória portuguesa, tinham sido apenas cumpridos dois minutos de jogo, com um remate à meia-volta. E logo aqui, Cristiano prepara um novo recorde pronto a ser batido: dois minutos depois, o capitão da Seleção salta a cruzemento de Quaresma e de cabeça bisa na partida. Desta forma, o número sete português bate o recorde de “bis” mais rápido da história dos Mundiais, recorde com 23 anos, quando o belga Enzo Scifo marcou dois golos nos cinco minutos iniciais da partida frente ao Chipre. Antes do intervalo, João Cancelo teve ainda tempo de ampliar a vantagem para 3-0, num golo no mínimo caricato – uma mistura de cruzamento com um remate.
Portugal ia então para o intervalo com um resultado expectável, numa exibição dinâmica mas muito tranquila da equipa das quinas. E se o resultado parecia normal face a um adversário bastante modesto, ninguém melhor do que Cristiano Ronaldo para voltar a agitar as hostes portuguesas no Estádio Municpal de Aveiro e logo com novo recorde, este pessoal: primeiro aos 47 minutos (logo a abrir a segunda parte) e depois aos 67, o capitão português marca mais dois golos e completa assim um poker – quatro golos marcados num só jogo –, o primeiro do madeirense ao serviço da Seleção Nacional. Desde Pauleta, em 2003, que nenhum jogador marcava quatro golos numa só partida com a camisola das quinas. Também Cristiano já não faturava um poker há cerca de sete meses, desde Março, frente ao Celta de Vigo.
Para completar a goleada nacional, e aproveitando duas expulsões de jogadores andorranos, – Jordi Rubio (62’) e Rebés (71’) – André Silva faturou aos 88 minutos de jogo o seu primeiro golo ao serviço da Seleção Nacional AA (o jovem jogador do F.C. Porto tinha já marcado nas seleções jovens).
No regresso de Portugal às vitórias destaca-se também a estreia de Gelson Martins, jovem jogador do Sporting, e o regresso de Antunes, lateral esquerdo do Dínamo de Kiev, após longa ausência das escolhas de Fernando Santos.
A Seleção Portuguesa encontra-se agora em terceiro lugar na classificação, com três pontos – a três da Suiça e a um das Ilhas Faroé – e joga a próxima jornada da qualificação para o Mundial da Rússia na próxima segunda-feira, às 19:45, precisamente contra a seleção insular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *