• Literatura,  Secções

    Kokoschka, uma boneca “humana”

    Detentor de uma escrita inteligível e de uma maneira bastante perspicaz de narrar, Afonso Cruz capta, desde o início da obra, a curiosidade do leitor para saber mais sobre a boneca que “se tornou fundamental para o destino de várias pessoas”. Num momento inicial, a trama desenvolve-se à volta de duas personagens, Bonifaz Vogel, “um homem cheio de reticências cranianas” (p. 22), e Isaac Dresner, um jovem que viu o seu melhor amigo ser uma das vítimas da Segunda Guerra Mundial, em Dresden. Estas duas personagens desenvolvem uma relação separada por um soalho, onde Bonifaz, de um lado, ouve uma voz, que é a de Isaac, do outro. Numa segunda…