• Grande Entrevista

    “Os avanços que este Governo tem feito são insuficientes”

    São já 69 anos de idade e 42 de carreira política. De rosto marcado e mãos calejadas, o homem que “não teve tempo para ser menino” mostra as cartas do jogo político de um partido que tem fama de ser fechado. Depois de uma primeira parte focada no lado pessoal, eis a visão política da atualidade sob os olhos de Jerónimo de Sousa, secretário-geral do Partido Comunista Português. Da “geringonça”, passando pela eutanásia, até às propinas. Tudo aos ouvidos da ESCS MAGAZINE, na segunda parte desta Grande Entrevista. O início da carreira política de Jerónimo de Sousa, na Assembleia Constituinte | SÁBADOPassou quase um ano e cinco meses desde os…

  • Grande Entrevista

    “Não sou eterno. Quando os meus camaradas quiserem, eu saio”

    Estava sentado à secretária quando entrei no seu gabinete. Tímido e de simples blazer vestido, recebeu-me no Parlamento para uma entrevista que fez viajar até ao passado, com os olhos no futuro. Na primeira de duas partes desta Grande Entrevista poderás conhecer melhor o homem que não gosta de ser chamado “doutor”: Jerónimo de Sousa, nascido em Pirescoxe em 1947, e secretário-geral do Partido Comunista Português há quase 13 anos, mostrou à ESCS MAGAZINE o seu lado mais pessoal. Eis o seu percurso, passando pela fuga à prisão, até ao possível fim da sua carreira política. Começou a trabalhar aos 14 anos como um “humilde” operário metalúrgico. Como é que…