• Opinião

    Os empadões de Hollywood

      Gostava muito de ser ator, ou de ter a oportunidade de participar num filme, independentemente da dimensão do papel. É claro que não me importava nada de ser ator principal, desde que o enredo e a personagem me interessassem. Escusado seja dizer que também gostava de ser famoso. Gostava de ser reconhecido por alguma coisa, algo que faça bem, e não me importava que fosse por ser ator. Seremos sempre famosos aos olhos dos nossos papás e mamãs, mas nem que seja para escapar à ternurenta tormenta que essa realidade aparenta representar na cabeça de muito adolescente e jovem adulto, ambicionamos um bocado mais do que isso. Eu não…