• Desporto

    Messi é Barcelona (Opinião)

    Lionel Messi é um dos dois melhores jogadores da história do futebol e eu, tal como todos da minha geração, somos abençoados por termos acompanhado toda a carreira dele e do outro, desde a sua génese – era eu um mero rebento a entrar para a escola – até ao seu crepúsculo, que tarda em chegar, felizmente. Para além disso, sou ainda mais abençoado porque o outro é do país onde calhou eu nascer. A bênção só cresce quando percebemos que não só é Messi um Deus do futebol e possivelmente o jogador mais “esteticamente” sublime da história, como era membro daquela que provavelmente ficará, para sempre, como a equipa…

  • Desporto

    Quem sai aos seus: o neto do eterno segundo

    O final da última Amstel Gold Race foi, provavelmente, o melhor que alguma vez vi numa corrida de ciclismo desde a etapa 17 da Vuelta, quando o experiente, mas nem muito brilhante, Juan José Cobo e o inexperiente, até significativamente obscuro, Christopher Froome, um inglês nascido no Quénia, e que nem um top 10 tinha conseguido numa grande corrida ou grande volta, estavam a lutar, inesperadamente, pela etapa e pela classificação geral da última grande volta do calendário. Nesta edição da Amstel, Jakob Fuglsang e Julian Alaphilippe, à partida um dos grandes favoritos a vencer a prova e que venceu três dias depois a Flèche Wallonne (também grande favorito a…

  • Desporto

    1ª edição da refinada e semifundamentada entrega dos prémios individuais da época regular da NBA

    Sabe-se lá porquê, a NBA decide apenas dar os prémios individuais numa gala pós-finais, como se alguém ainda se importasse. É verdade que não há literalmente pausa nenhuma entre os últimos dias da época e o início dos playoffs, e as equipas querem os seus jogadores concentrados para os jogos decisivos e não para uma gala superficial. Obviamente estou a brincar: é um prémio importante não só para a moral e confiança dos jogadores e equipas, como também para celebrar o seu esforço, dedicação e devoção. A glória só nos playoffs, e o Sporting não tem nenhuma. De qualquer maneira, a gala devia realizar-se nessa pausa, ou, pelo menos, os…

  • Desporto

    Previsões semi-interessantes e semi-conhecedoras para os playoffs (Opinião)

    Chegou a melhor parte do ano: aquela em que ficamos acordados até às tantas da noite a acompanhar o melhor basquetebol do mundo, só para no final ganhar a equipa de sempre. Por isso, não vale a pena perder muito tempo. Algumas das primeiras séries já terão os seus primeiros jogos concluídos quando estiverem a ler esta ignobilidade: desse modo, estejam livres para julgar as minhas pouco inteligentes previsões. Primeira ronda Este Bucks (1) vs Pistons (8) Os Bucks não são, no papel, tão completos como a equipa dos Raptors e não têm um quinteto tão forte como o dos Sixers, mas têm um dos dois melhores jogadores da liga…

  • Desporto

    Um “logo”

    Um logótipo é, normalmente, o símbolo máximo de uma empresa ou organização: é a sua imagem de marca. Uma empresa espera que o seu logo seja a encarnação dos seus valores e objetivos, para além de ser esteticamente apelativo. Obviamente que ninguém olha para o símbolo do “McDonalds” e pensa: “sem dúvida que esta letra simboliza a obtenção de comida saborosa e rápida a um custo aceitável”. Mais rapidamente penso que só uma empresa mentecapta que produz comida nojenta independentemente do sabor se lembraria de espetar um M amarelo como logo, mas divago. Desse modo, a NBA é logo associada à elegante silhueta que remete para o também elegante jogo…

  • Desporto

    A caminho do Olimpo

    Giannis está a um passo de ser MVP. É demasiado absurdo vê-lo jogar. Mexe-se como se tivesse menos 30 centímetros e fosse um bailarino (contemporâneo, tem uma certa ginga). O meu artigo a defender a “candidatura” de James Harden para o prémio veio de um sentimento de respeito e apreciação pela incrível carryjob que tem feito pelos Rockets, com a sua incrível série de jogos com mais de 30 e 40 pontos, incluindo 58 e 57 pontos back to back, que é algo praticamente inédito. No entanto, no caso do moço barbudo, as suas performances são, por muito impressionantes que sejam, unidimensionais, na medida em que a equipa é carregada…

  • Opinião

    A tentação de se ser um atrasado mental – parte 4321: juízos de (muito… pouco) valor

    O juiz, alegadamente qualificado para tal, senhor excelentíssimo Neto de Moura é retardado. Num alinhamento de estrelas quase inédito, pode-se dizer que o país inteiro (ou quase) concorda com esta afirmação. A questão em torno destes casos e da ignobilidade e profunda estupidez desta pessoa, que nem deveria ser qualificada para existir, quanto mais para ser pago para impor a lei a partir do seu tremendo apurado sentido de justiça, que se torna inválido quando a sua balança moral e ética está completamente aos papéis, não se trata de feminismo, nem muito menos de questões matrimoniais ou de adultério, etc. É uma questão de lógica e bom-senso, que estão acima…

  • Opinião

    Pseudofilosofias

    Este artigo serve como uma espécie de exposição e sticker mental para mim e para quem o quiser ler. Politicamente, considero-me alguém relativamente moderado: apesar de ter as minhas inclinações naturais, tento focar-me mais nos problemas específicos e nas suas implicações do que em ideologias. Não gosto de meter vendas nos olhos, e tento que as vicissitudes da minha adolescência não prejudiquem o meu bom senso: independentemente do nosso grau de expertise no que toca a determinado assunto, o nosso bom-senso deverá servir sempre como bóia. O bom-senso ajuda a criar consenso: não é que o consenso explícito seja sempre o caminho certo, e eu acredito no poder do choque.…

  • Opinião

    Portugal não se cumprirá, obrigado

    PEis uma lista de coisas que vão na cabeça da maioria dos miúdos do secundário: a próxima festa, a próxima bebida, o “alvo” amoroso atual (e próximos) e, até certo ponto, mas em pano de fundo, aulas e testes. Isto eles querem bem no fundo. O resto convém estar meio fundo, mas os vulcões hão-de entrar em erupção eventualmente. Miúdos e miúdas de 16, 17, 18 anos são terramotos com pernas e se nem eles sabem o que lhes vai na cabeça, muito menos os pais ou qualquer um. Eu apenas pressuponho: já lá vão esses tempos para mim. Ainda faço abalar, mas agora já não tem piada. Não é…

  • Desporto

    É da barba?

    ÉJames Harden atingiu uma espécie de nirvana. O base dos Houston Rockets vai no 19º jogo consecutivo com mais de 30 pontos, incluindo dois jogos consecutivos com mais de 55 pontos (57 e 58). Wilt Chamberlain era o único que tinha conseguido tal feito, há 57 anos. O recorde de jogos com mais de 30 pontos também pertence ao “Stilt”, com 20. Kobe conseguiu 16, em 2003. Não há palavras que descrevam aquilo que o senhor barbudo está a fazer sem que eu tenha vontade de o pedir em casamento – mas, primeiro, podemos marcar um jantarinho. Para além disso, está sem o seu comparsa, Chris Paul, que está lesionado…