• Opinião

    Défice de carisma

    Já aqui me declarei como um esquerdista chato, meia dúzia de vezes, com a mania de que defende a classe média, e que combate a corrupção económica e política com as palavras (tenho de ir a um manual psiquiátrico ver que tipo de delusão messiânica é esta). Não devo bater no ceguinho, portanto. Agora que penso nisso, neste contexto, e tomada literalmente, esta frase é extremamente estúpida, salvo para os numerosos de vocês que tenham braille no monitor do PC. Enfim, voltando ao filosofanço político: acho que, quase desde a sua concepção, a esquerda portuguesa tem um problema incapacitante: a falta de figuras carismáticas. Obviamente a génese do liberalismo democrático…