• Opinião

    Porque é que sou jornalista

    O pensamento crítico é uma força motriz na compreensão do mundo. A dúvida o propulsor de todas as coisas. É função primária do Homem, pelo menos desde Descartes, questionar todas as coisas ad nauseam. Neste universo da dúvida quase paranoica, não há fruto mais apetecível do que o da interpelação aos poderes vigentes. Por poderes vigentes não podemos exclusivamente englobar o poder político-executivo e o judicial. Acima desses está o 4º poder: a capacidade do controlo da informação – o artifício de retransmitir conhecimento mascarando-o e permeando-o com ideias profundamente orientadas para uma crença não neutra. Os media têm esta jurisdição; o império de naturalizar certas ideias (a repetição ad…