• Opinião

    Amor em Pó

    Sem dúvida alguma que não há nada mais santo do que o amor. Em Fevereiro, o S.Valentim enfeitiça dois indivíduos (discriminemos o poliamor) e em Junho aparece o Santo António e casa-os entre sardinhas e manjericos. Eu não sei quanto a vocês, mas eu acho que isto é andar depressa demais. Só devia haver dia de Santo António pelo menos dois anos depois de cada S.Valentim. Isto assim é uma espécie de speed dating santo. Se era suposto um santo ter o seu dia no dia dos namorados, ajudava que esse não fosse o Valentim. E não proponho como alternativa que se passe a chamar dia de S.Major. Era bom…