• Literatura,  Secções

    Vida transparente

    Imaginem que vivem numa cidade feita de vidro. Tudo o que fazem é em nome do Estado Único e do Benfeitor. Imaginem que têm um horário que rege a vossa vida diária ao mais ínfimo pormenor. Imaginem que vivem num mundo que aboliu a emoção e o sentimento em favor de uma racionalidade matemática total. Agora imaginem que são um escritor russo, em 1921, a fazer-se passar por um matemático do século XXX a falar sobre o seu mundo a um leitor do século XXI. Difícil? Evgueni Zamiatine fê-lo. E muito bem. Evgueni Zamiatine, nascido a 1 de fevereiro de 1884, foi um escritor e engenheiro russo. Filho de um…