• Atualidade

    António Guterres pede investigação a repressão em Gaza

    Protestos do lado palestiniano já provocaram 16 mortos e mais de 1400 feridos. Várias potências árabes pedem intervenção imediata da comunidade internacional. Aumenta o medo de uma nova Intifada. O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, mostrou profunda preocupação com os confrontos na Faixa de Gaza, os mais graves dos últimos quatro anos, que duram desde o dia 30: “Esta tragédia sublinha a necessidade de revitalizar o processo de paz, com o objetivo de criar condições para um regresso das negociações que vão permitir que palestinianos e israelitas vivam lado a lado em paz e segurança”, sustentou Guterres, que pediu ainda “uma investigação independente e transparente aos incidentes”. O Conselho…