• Informação

    Massacre na universidade do Quénia: autor identificado

    Quinta-feira passada, a Universidade de Garissa, situada no nordeste do Quénia, foi alvo de um massacre que vitimou 148 pessoas. Após instaurada a investigação por parte do Governo do Quénia, foi identificado um dos autores do grupo islâmico responsável. Um ataque da milícia islamista Al-Shabab vitimou 148 pessoas numa universidade de Garissa. Durante a madrugada, o grupo armado invadiu os dormitórios e executou vários estudantes que se identificavam como cristãos. Após o cerco à universidade, apurou-se que o principal responsável seria Mohamed Mohamud, antigo reitor de uma universidade. O Ministério do Interior queniano prestou declarações à imprensa ontem, afirmando que “um dos quatro ‘shebab’ que atacaram a universidade de Garissa…