• 7ª Arte

    Mr. Turner, o que a tela não conta

    “Mr. Turner” é o mais recente filme do cineasta Mike Leigh e dá-nos a conhecer os últimos vinte e cinco anos do pintor britânico da primeira metade do século XIX. Uma personagem singular que, ao ser interpretada por Timothy Spall, só saiu favorecida na sua excentricidade. O filme acaba por se tornar peculiar se nos interrogarmos sobre o seu objectivo. Se por um lado esperávamos que as suas duas horas e meia de duração nos dessem uma biografia completa de um dos percursores do impressionismo, por outro lado continuava a ser, mesmo assim, um projecto ambicioso de se realizar. Talvez por isso, e porque menos é mais, Leigh tenha optado…