• Música

    A celebração do som chegou à Universidade Lusíada de Lisboa

    Em 1949, Donald Hebb, psicólogo canadiano, criou um segundo princípio da neuroplasticidade: “Neurónios que disparam juntos estão ligados” – complexo? Não! A verdade é que Hebb foi o primeiro a conectar as neurociências à música, afirmando que os estímulos sensoriais podem levar a que várias populações de neurónios disparem em sincronia. O ritmo é uma característica da música que induz sincronia nas redes de neurónios subjacentes aos comportamentos e Hebb descobriu que associar músicas a determinados movimentos, vocalizações, respirações e frequências cardíacas, leva ao desencadeamento de disparos simultâneos de neurónios em áreas cerebrais envolvidas no controlo desses mesmos comportamentos, o que fortalecerá o cérebro. Simples, certo? É este o poder…

  • Atualidade

    No Dia Internacional da Liberdade de Imprensa, Amnistia exige a libertação de mais de cento e vinte jornalistas

    Na luta pela liberdade de imprensa, a Amnistia Internacional exigiu esta quarta-feira a libertação de mais de cento e vinte jornalistas turcos. Por todo o mundo, foram vários os protestos contra a prisão de jornalistas. “Repórteres sem fronteiras” é o que se pode ler nos cartazes de jornalistas que participaram numa manifestação em Istambul, pela defesa da liberdade de imprensa turca. Depois de uma tentativa falhada de golpe de Estado na Turquia, em julho do ano passado, que levou à imposição do estado de emergência no país, a repressão contra os jornalistas é evidente: 156 media desapareceram, mais de dois mil e quinhentos jornalistas e trabalhadores dos organismos de comunicação…